Escolha as suas informações

Congresso do LSAP: Socialistas reconduzem Claude Haagen e fazem balanço positivo
Luxemburgo 21.03.2016 Do nosso arquivo online

Congresso do LSAP: Socialistas reconduzem Claude Haagen e fazem balanço positivo

Congresso do LSAP: Socialistas reconduzem Claude Haagen e fazem balanço positivo

Luxemburgo 21.03.2016 Do nosso arquivo online

Congresso do LSAP: Socialistas reconduzem Claude Haagen e fazem balanço positivo

Os socialistas reconduziram Claude Haagen como presidente do LSAP. Yves Cruchten mantém-se como secretário-geral do partido, tal como os vice-presidentes, Taina Bofferding e Georges Engel.

Os socialistas reconduziram Claude Haagen como presidente do LSAP. Yves Cruchten mantém-se como secretário-geral do partido, tal como os vice-presidentes, Taina Bofferding e Georges Engel.

Durante o congresso do LSAP, que se realizou no domingo, os socialistas fizeram ainda um balanço positivo da sua participação no Governo, a meio da legislatura.

Para o líder da bancada parlamentar do LSAP, Alex Bodry, os socialistas mostraram que "não só é possível governar sem os cristãos-sociais" - com quem o partido formou governo, no último executivo de Juncker -, como o Executivo "funciona melhor [sem o CSV]".

Etienne Schneider, o número dois da coligação governamental formada pelo DP, Socialistas e Verdes, defendeu que o Governo "fez um bom trabalho", apesar das dificuldades.

"É um pouco como um jogo de futebol. Acabámos de terminar a primeira parte, e muito foi feito, apesar de nem tudo ser como desejaríamos", disse o vice-primeiro-ministro. "O jogo demora 90 minutos e estou convencido que ainda vamos marcar mais pontos", afirmou Schneider.


Notícias relacionadas

Yves Crutchen é o novo líder dos socialistas luxemburgueses
É com esta votação clara e quase norte-coreana de 98,6" que o sucessor de Franz Fayot foi eleito para presidente do Partido Socialista Luxemburguês (LSAP). O deputado de 44 anos do círculo eleitoral do sul, que chega a presidente do partido no dia Internacional da Mulher, tendo revelado o seu desejo de dar às mulheres um lugar maior destaque na política e na sua organização.
Étienne Schneider deixa hoje o Governo
Franz Fayot, Paulette Lenert e Dan Kersch substituem hoje Étienne Schneider no Governo. Após oito anos no Executivo, Schneider abandona hoje a carreira política.
Etienne Schneider a évoqué sa situation depuis Dubaï où il participe à sa dernière mission économique en tant que ministre.
Negociações para o novo governo entram na reta final
Para quarta-feira, dia 14 de novembro, está então agendada uma nova ronda negocial com os líderes de cada partido para avaliar o trabalho que tem sido feito no seio dos diferentes grupos. Entretanto, numa declaração à RTL, o vice-primeiro-ministro e ministro da Economia ainda em funções, Étienne Schneider, sublinhou que esse trabalho deverá ficar concluído esta semana.