Escolha as suas informações

Confusão nas convocatórias para as eleições presidenciais francesas no Luxemburgo
Luxemburgo 09.04.2022 Do nosso arquivo online
Votos

Confusão nas convocatórias para as eleições presidenciais francesas no Luxemburgo

Uma mesa de voto no 10.º distrito em Paris para as eleições presidenciais francesas.
Votos

Confusão nas convocatórias para as eleições presidenciais francesas no Luxemburgo

Uma mesa de voto no 10.º distrito em Paris para as eleições presidenciais francesas.
Foto: AFP
Luxemburgo 09.04.2022 Do nosso arquivo online
Votos

Confusão nas convocatórias para as eleições presidenciais francesas no Luxemburgo

Thomas BERTHOL
Thomas BERTHOL
Alguns eleitores franceses no Luxemburgo receberam por e-mail e por correio convocatórias que não indicam a mesma mesa de voto para votarem na Luxexpo para as eleições presidenciais. O Consulado francês pretende tranquilizá-los.

Cerca de 28 mil residentes franceses do Luxemburgo inscritos nas listas eleitorais preparam-se para votar este domingo na primeira volta das eleições presidenciais francesas.

No entanto, o Consulado francês no Grão-Ducado admite que houve uma certa "discrepância" entre o convite recebido por e-mail e por correio. O Consulado não pôde, porém, dar mais pormenores, pois "tudo é gerido a partir de Paris".

O Consulado deseja tranquilizar os eleitores e indica que, entre as duas convocatórias enviadas, "é o e-mail que é autêntico".

Contudo, o convite não é necessário se a pessoa estiver inscrita na lista eleitoral e apresentar o seu bilhete de identidade.

A embaixada francesa no Luxemburgo especifica também que as 21 mesas de voto abertas das 8h às 19h na Luxexpo no domingo serão divididas por ordem alfabética e que os seus agentes estarão disponíveis na receção para orientar os eleitores.

Tal como em França, as máscaras não serão obrigatórias para a votação, mas o álcool gel estará disponível.

Mais eleitores registados do que em 2017

A escolha de realizar a votação na Luxexpo deve-se à necessidade de ter mais espaço devido a um aumento acentuado do número de pessoas nos cadernos eleitorais, explicou a embaixada. "Foram criadas mais cinco mesas de voto em comparação com 2017 e a Luxexpo tem a vantagem de ter um parque de estacionamento".

Nas eleições presidenciais anteriores, o Luxemburgo teve quase 24 mil eleitores (contra 28 mil em 2022), dos quais 13.806 (61,18% de participação) foram às urnas na primeira volta e 13.622 (56,36%) na segunda.

(Artigo publicado originalmente na edição francesa do Luxemburger Wort)

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Os brasileiros do Grão-Ducado deram 42,9% dos votos ao candidato da extrema-direita brasileira. Fernando Haddad, do PT, que vai disputar a segunda volta no dia 28 de outubro, apenas teve 9,3% dos votos dos eleitores brasileiros que votaram no Luxemburgo.