Escolha as suas informações

Condutor alcoolizado que tentou subornar a polícia com 20 mil euros arrisca 1 ano de prisão
Luxemburgo 15.07.2020

Condutor alcoolizado que tentou subornar a polícia com 20 mil euros arrisca 1 ano de prisão

Condutor alcoolizado que tentou subornar a polícia com 20 mil euros arrisca 1 ano de prisão

Luxemburgo 15.07.2020

Condutor alcoolizado que tentou subornar a polícia com 20 mil euros arrisca 1 ano de prisão

Além de uma multa, o Ministério Público luxemburguês pede 1 ano de cadeia para o homem que tentou subornar uma brigada da polícia. O tribunal decide na quinta-feira.

Embora o tribunal levante dúvidas sobre a quantia que o homem de 29 anos ofereceu aos três polícias, considera provado que o intuito do indivíduo era subornar os agentes para fintar a lei. 

Apanhado com 2,5 miligramas de álcool no sangue e com cadastro por crimes semelhantes, o único acusado do processo que começou a ser julgado esta quarta-feira está acusado de corrupção. De acordo com o Ministério Público, começou por oferecer 10 mil euros aos dois agentes que o acompanharam até à esquadra. Na mesma noite, ainda tentou convencer outro polícia a não abrir sequer qualquer inquérito, oferecendo-lhe 20 mil euros. 

Chamados a testemunhar, dois dos agentes envolvidos no caso que remonta a novembro de 2018, confirmaram que o indivíduo lhes ofereceu 10 mil euros para "esquecer". Já a entrar no táxi aumentou a proposta para 20 mil euros, exibindo a carteira: "Levem-na". 

Embora não tenha estado presente na audiência, o arguido que vai conhecer a sentença já amanhã conta outra versão e garante que não podia ter oferecido tanto dinheiro, já que só teria 4 mil euros na carteira. O facto de ter contestado, apenas, o montante leva o Ministério Público a considerar que o crime de corrupção fica, no entanto, provado. 

A este propósito, até o juiz considerou que é possível perceber que o arguido tenha "chegado a tais disparates", uma vez que "tinha mais do que 2,5 miligramas de álcool no sangue". 

Além da multa, o Ministério público pede 12 meses de prisão para o homem de 29 anos. O juiz decide esta quinta-feira. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.