Escolha as suas informações

Comissão Nacional de Ética contra vacinação obrigatória parcial
Luxemburgo 20.01.2022
Covid-19

Comissão Nacional de Ética contra vacinação obrigatória parcial

Covid-19

Comissão Nacional de Ética contra vacinação obrigatória parcial

Foto: AFP
Luxemburgo 20.01.2022
Covid-19

Comissão Nacional de Ética contra vacinação obrigatória parcial

Susy MARTINS
Susy MARTINS
No seu parecer, a Comissão sublinha que caso haja “obrigação”, esta não pode estar a cargo, apenas, de um grupo

 A Comissão Nacional de Ética é contra a proposta dos peritos, que recomendam a vacinação obrigatória para as pessoas com mais de 50 anos e aos profissionais da Saúde e a outras profissões que contactam com pessoas vulneráveis.

No seu parecer, a Comissão sublinha que caso haja “obrigação”, esta não pode estar a cargo, apenas, de um grupo. O facto de restringir a medida às pessoas com mais de 50 anos “fragiliza a solidariedade entre gerações”, refere o organismo.


O primeiro-ministro Xavier Bettel quer avançar com a obrigação vacinal em breve.
Xavier Bettel quer vacinação obrigatória a partir dos 50 anos
O primeiro-ministro declarou que vai seguir as recomendações dos peritos que defendem também a vacinação dos profissionais de saúde e dos cuidadores. Após o debate parlamentar, o projeto de lei deverá ser apresentado o mais rápido possível.

A Comissão de Ética acrescenta que as pessoas que não pertencem ao grupo sujeito à obrigação vacinal, poderão, com esta obrigação parcial, estar menos motivados para se vacinarem ou mesmo para respeitar as medidas sanitárias.

A organização relembra que mesmo se o risco de doença grave, para as pessoas com menos de 50 anos é menor, os efeitos do “long-covid” junto dos mais novos não pode ser ignorado.

Relativamente aos transfronteiriços, a Comissão é da opinião que a vacinação obrigatória não se pode limitar aos residentes, sendo que deve ser estendida às pessoas que vivem do outro lado da fronteira, mas que trabalham no Grão-Ducado. Um sistema 2G no local de trabalho seria uma forma de obrigar os transfronteiriços a vacinarem-se.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas