Escolha as suas informações

Comboios. Quase 900 chamadas de atenção para "pés nos bancos"
Luxemburgo 15.11.2019

Comboios. Quase 900 chamadas de atenção para "pés nos bancos"

Comboios. Quase 900 chamadas de atenção para "pés nos bancos"

Marc Wilwert
Luxemburgo 15.11.2019

Comboios. Quase 900 chamadas de atenção para "pés nos bancos"

Teresa CAMARÃO
Teresa CAMARÃO
Só no ano passado os seguranças dos comboios foram chamados 1732 por comportamentos poucos cívicos.

Os dados foram revelados pelo ministro da Segurança Interna esta sexta-feira. Segundo o balanço divulgado por François Bausch, os seguranças da CFL foram chamados a intervir 1732 vezes só no ano passado, na maioria dos casos por falta de civismo dos passageiros. 

Os "pés nos bancos" foram a maior dor de cabeça dos fiscais. No total, 898 pessoas foram chamadas à atenção só por esta infração. 

O balanço mostra ainda que os seguranças dos comboios do Luxemburgo foram chamados 323 vezes para tranquilizar "clientes demasiado ruidosos". Também foram contabilizadas 25 agressões verbais e nove físicas. 

"A intervenção policial foi necessária" em alguns destes casos, confirmou o ministro da Segurança Interna. 

Nas estações o número de intervenções foi superior. Os seguranças da CFL atuaram 17 mil e 533 vezes, 887 por agressões verbais, 452 por agressões físicas, entre outros comportamentos "pouco civilizados" das várias centenas de passageiros que todos os dias se deslocam de comboio no Grão-ducado.