Escolha as suas informações

Clearstream vai despedir 212 funcionários no Luxemburgo
Luxemburgo 19.12.2018 Do nosso arquivo online

Clearstream vai despedir 212 funcionários no Luxemburgo

Clearstream vai despedir 212 funcionários no Luxemburgo

Foto:Gerry Huberty
Luxemburgo 19.12.2018 Do nosso arquivo online

Clearstream vai despedir 212 funcionários no Luxemburgo

A agência luxemburguesa da multinacional Clearstream vai despedir 212 empregados bancários, por decisão da casa mãe do grupo (Deutsche Börse).

A estratégia vai apostar no financiamento de novas tecnologias, que implica redução de custos, eliminação de postos de trabalho e deslocalização de atividades para outros países europeus.

Segundo o plano social, cerca de metade dos trabalhadores afetados serão forçados a partir, até ao final de 2019. Os outros serão “convidados” a deixar a empresa de forma voluntária.

Os interesses dos funcionários afetados estão a ser defendidos pelos sindicatos ALEBA, OGBL e LCGB, que assinaram esta semana o respetivo plano social com a direção da empresa.


Notícias relacionadas

Plano social assinado: John Zink despede 50 trabalhadores
As centrais sindicais OGBL e LCGB e a empresa metalúrgica John Zink assinaram hoje um plano social para minimizar o impacto do despedimento coletivo de 50 trabalhadores da fabricante de peças industriais. A maioria entra no desemprego esta quinta-feira, dia 01 de junho de 2017.
Au total 50 salariés de la société métallurgique John Zink sont licenciés. La plupart dès ce 1er juin 2017.
Sindicatos contra deslocalização parcial do Rothschild
Dois dos principais sindicatos do Luxemburgo estão contra a decisão do banco Edmond de Rothschild de deslocalizar o seu serviço informático do Grão-Ducado para a Suíça. A medida vai atirar 18 funcionários do Luxemburgo para o desemprego, em abril de 2018.
Die Privatbank Edmond de Rothschild hat ihren Sitz in Limpertsberg.