Escolha as suas informações

Cidade do Luxemburgo também vai ter uma escola internacional pública

Cidade do Luxemburgo também vai ter uma escola internacional pública

Foto: Joaquim Valente
Luxemburgo 11.01.2019

Cidade do Luxemburgo também vai ter uma escola internacional pública

Diana ALVES
Diana ALVES
Este é um dos projetos do Ministério da Educação para os próximos anos.

A capital do país também vai ter uma escola pública internacional. Ouvido pelos membros da comissão parlamentar do ensino, a propósito do programa do Governo para esta legislatura, o ministro da Educação fez saber que uma das prioridades é abrir “uma escola internacional e europeia, subvencionada, na cidade do Luxemburgo”.

Sem divulgar a data ou a localização, Claude Meisch adiantou apenas que essa é uma das prioridades do Executivo. O objetivo é diversificar a oferta escolar. A confirmar-se, o país passará a ter cinco escolas internacionais: em Differdange/Esch, Junglinster, Clervaux, Mondorf-les-Bains e cidade do Luxemburgo.

Além das escolas europeias gratuitas, há as chamadas “turmas públicas internacionais” a funcionar em vários estabelecimentos de ensino. Atualmente, cerca de dois mil alunos frequentam essas turmas, disponíveis em oito escolas do país, incluindo as escolas internacionais. Os portugueses são cerca de 230, segundo dados do Ministério da Educação divulgados em novembro.

Ainda sobre as prioridades do Executivo para os próximos anos, o ministro anunciou a criação de novas parcerias nas regiões transfronteiriças, à imagem do Liceu Germano-Luxemburguês de Schengen.

A digitalização é outra das apostas do Ministério da Educação. As propostas passam pela implementação de uma estratégia nacional de “e-learning” e pela reforma do ensino à distância “eBac”. Neste sentido, o uso das novas tecnologias será encorajado no seio do sistema escolar.


Notícias relacionadas