Escolha as suas informações

Cidadão Europeu do Ano 2017: Polícia lusodescendente condecorado pelo Governo português
Luxemburgo 04.01.2018

Cidadão Europeu do Ano 2017: Polícia lusodescendente condecorado pelo Governo português

Cidadão Europeu do Ano 2017: Polícia lusodescendente condecorado pelo Governo português

Luxemburgo 04.01.2018

Cidadão Europeu do Ano 2017: Polícia lusodescendente condecorado pelo Governo português

O polícia luxemburguês que foi considerado o Cidadão Europeu do Ano 2017 vai ser condecorado pelo Governo português. O lusodescendente Davide Sousa deverá distinguido no dia 12 deste mês.

O polícia luxemburguês que foi considerado o Cidadão Europeu do Ano 2017 vai ser condecorado pelo Governo português. O lusodescendente Davide Sousa deverá distinguido no dia 12 deste mês no Luxemburgo.

De acordo com informação avançada hoje pela RADIO LATINA, o polícia lusodescendente vai receber a medalha, no Luxemburgo, das mãos do Secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro.

A secretaria de Estado terá confirma a deslocação de José Luís Carneiro ao Grão-Ducado e remeteu para “mais tarde” o anúncio público da agenda.

Davide Sousa, de 41 anos, nasceu no Luxemburgo e foi forçado a abdicar da nacionalidade portuguesa para ingressar na polícia luxemburguesa.

Davide Sousa ao centro
Davide Sousa ao centro
Foto cedida ao Contacto pela Polícia Grã-ducal (direitos reservados)

Na altura, ainda não existia uma lei sobre a dupla nacionalidade como a atual. Os pais de Davide Sousa são naturais de Bustelo, em Chaves.

O agente policial recebeu em novembro do ano passado o Prémio Cidadão Europeu do Ano 2017, atribuído pelo Parlamento Europeu para recompensar cidadãos com atividades excecionais.

Concretamente, o agente lusodescendente desmontou um esquema de fraude, no qual pessoas usavam moradas fictícias no Luxemburgo para receber subsídios indevidos do Estado luxemburguês.

David Sousa levou a cabo esta investigação durante grande parte do seu tempo livre.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas