Escolha as suas informações

Governo declara situação de "catástrofe natural" no Luxemburgo
Luxemburgo 2 min. 15.07.2021
Chuvas torrenciais

Governo declara situação de "catástrofe natural" no Luxemburgo

Chuvas torrenciais

Governo declara situação de "catástrofe natural" no Luxemburgo

Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Luxemburgo 2 min. 15.07.2021
Chuvas torrenciais

Governo declara situação de "catástrofe natural" no Luxemburgo

Redação
Redação
Governo vai desbloquear 50 milhões de euros para os sinistrados das inundações.

(Catarina Osório/Manuela Pereira)

O primeiro-ministro, Xavier Bettel, anunciou esta quinta-feira que o Luxemburgo está em situação de “catástrofe natural” após as fortes chuvas que provocaram inundações em todo o país, causando prejuízos a famílias e empresas. Cerca de 400 pessoas foram realojadas em diversas comunas.

Segundo Bettel serão acionados apoios no valor de 50 milhões de euros para apoiar as pessoas individuais e as empresas, incluindo os agricultores. A situação no terreno é "dramática", disse Bettel, salientando que "não há felizmente feridos a registar, o que não acontece com os países vizinhos". 

O primeiro-ministro e a ministra do Interior falaram esta tarde ao país após a reunião extraordinária do Conselho de Governo devido à situação calamitosa do Grão-Ducado após as fortes chuvas desta quarta-feira. O balanço mais recente dá conta de mais de 6.300 chamadas para a linha de emergência e 1.200 intervenções, disse Bettel. Echternach e Vianden estão a ser parcialmente evacuadas. 


Cidades de Echternach e Vianden parcialmente evacuadas
Os residentes da cidade de Echternach vão ser evacuados esta tarde. A decisão acaba de ser tomada pela Corporação Grã-Ducal de Incêndio e Socorro (CGDIS) em colaboração com o burgomestre Yves Wengler.Em Vianden os moradores das imediações do rio Our também estão a ser evacuados.

Os dois já tinham visitado esta quinta-feira de manhã várias zona afetadas pelas inundações. Primeiro o bairro do Grund, na cidade do Luxemburgo e depois em Larochette, Rosport e Echternach. E, de acordo com líder do Executivo, "a situação constatada no terreno é díspar. Nalguns sítios não há grandes danos materiais, mas noutros casos, as pessoas perderam tudo, incluindo as suas lembranças".

Cerca de 400 pessoas foram realojadas  

Bettel sublinhou ainda a onda de soldariedade entre residentes e comunas. Cerca de 400 pessoas foram realojadas em diversas autarquias. E dirigiu ainda palavras de apoio às populações dos países vizinhos, onde há registo de dezenas de mortos e desaparecidos, por exemplo na Alemanha. 

Cidades parcialmente evacuadas, árvores caídas, estradas cortadas, rios a transbordar e caves inundadas. Este é o atual cenário que o Luxemburgo está a viver após as fortes chuvas de quarta-feira à noite.

Ao longo de todo o dia houve registo de perturbações nos comboios e autocarros e algumas escolas estiveram encerradas. Os danos materiais nas estradas e pontes são significativos com mais de 100 troços bloqueados. Durante esta quinta-feira a situação meteorológica "estabilizou" pelo que o nível das águas deverá descer nos próximos dias, informou ainda Xavier Bettel. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas