Escolha as suas informações

Chegou ao Findel e disseram-lhe para fazer o teste passados cinco dias?
Luxemburgo 16.09.2020

Chegou ao Findel e disseram-lhe para fazer o teste passados cinco dias?

Chegou ao Findel e disseram-lhe para fazer o teste passados cinco dias?

Foto:Gerry Huberty
Luxemburgo 16.09.2020

Chegou ao Findel e disseram-lhe para fazer o teste passados cinco dias?

Diana ALVES
Diana ALVES
No momento em que recebem o voucher para o teste de diagnóstico à covid-19, é-lhes dito para fazerem o exame passados cinco dias.

A recomendação tem sido dada a passageiros que aterram no aeroporto do Luxemburgo. No momento em que recebem o voucher para o teste de diagnóstico à covid-19, é-lhes dito para fazerem o exame passados cinco dias. Mas a recomendação não vem nem do Ministério da Saúde, nem da Inspeção Sanitária. Fonte do ministério disse hoje à Rádio Latina que essa orientação não vem da parte daquelas instituições.

Na resposta transmitida hoje à Rádio Latina pelo ministério, a Inspeção Sanitária esclarece que “não é necessário esperar cinco dias após a aterragem” até fazer o teste, sublinhando que, “na verdade, o risco [de infeção] está sobretudo na estadia, e não no voo”.

O organismo frisa que “é por isso que é possível fazer o teste diretamente no Findel”, acrescentando que o ideal é fazer o exame ao chegar e passar os cinco dias seguintes em autovigilância. A autovigilância serve para detetar os sintomas da infeção logo que estes aparecem. Segundo as recomendações do Governo, durante o período de autovigilância, as pessoas devem medir a temperatura corporal duas vezes por dia, assegurando-se de que não têm tosse ou problemas respiratórios.

A Rádio Latina já tentou perceber junto do Findel o porquê de alguns passageiros terem recebido a indicação para fazerem o teste passados cinco dias. Aguardamos, para já, resposta.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.