Escolha as suas informações

Cerca de 57 mil pessoas tomaram primeira dose da AstraZeneca
Luxemburgo 12.07.2021
Covid-19

Cerca de 57 mil pessoas tomaram primeira dose da AstraZeneca

Covid-19

Cerca de 57 mil pessoas tomaram primeira dose da AstraZeneca

Foto: AFP
Luxemburgo 12.07.2021
Covid-19

Cerca de 57 mil pessoas tomaram primeira dose da AstraZeneca

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Cerca de 46 mil doses da vacina da Oxford/AstraZeneca continuam sem uso.

O Luxemburgo recebeu até agora 153.500 doses da vacina da AstraZeneca, do total de 415 mil doses que pediu à Comissão Europeia. No entanto, apenas 107.398 doses foram utilizadas, ou seja, cerca de 46 mil continuam sem uso.

Os números foram divulgados pela ministra da Saúde, Paulette Lenert, em resposta a uma questão parlamentar do DP. A governante garantiu ainda que o Executivo não vai fazer mais pedidos da AstraZeneca.

Dos fármacos utilizados, 57.384 foram inoculados na primeira dose e outros 50.014 foram usados na segunda dose, avançou Lenert na resposta. Depois de o Governo ter começado na semana passada a cruzar vacinas, vai autorizar também esse cruzamento a pessoas com menos de 55 anos e que tiveram tromboses. 


Cruzamento de vacinas arranca a partir desta sexta-feira para pessoas com menos de 55 anos
Saiba como vai ser feito o cruzamento de vacinas no Grão-Ducado e também quem vai levar a terceira dose da vacina contra a covid-19.

Boa parte das 57 mil pessoas que receberam até agora apenas a primeira dose da AstraZeneca vão assim poder receber a segunda dose da Pfizer ou Moderna. Esta decisão foi tomada com o aval do conselho superior de doenças infecciosas, sendo que o Governo já não vai esperar pela posição da Agência Europeia do Medicamento sobre esta matéria, como tinha prometido.


Vacinas. Atenção aos prazos entre a primeira e segunda dose para quem vai de férias
Os convites para as vacinas contra a covid-19 continuam a ser enviados, por correio, sendo que atualmente são os adolescentes a receber a convocatória. No entanto, antes de fazer o autoagendamento é preciso ter atenção à segunda marcação para que não calhe numa altura de férias no estrangeiro.

Vários estudos europeus demonstraram recentemente que a taxa de anticorpos aumenta no caso do cruzamento da primeira dose da vacina da AstraZeneca com a segunda dose da Pfizer/Biontech. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas