Escolha as suas informações

Cerca de 50 transfronteiriços expulsos de um TGV
Luxemburgo 13.02.2020

Cerca de 50 transfronteiriços expulsos de um TGV

Cerca de 50 transfronteiriços expulsos de um TGV

Foto: Lex Kleren
Luxemburgo 13.02.2020

Cerca de 50 transfronteiriços expulsos de um TGV

As pessoas recusaram-se a sair na presença dos agentes que se viram obrigados a pedir o reforço da polícia grão-ducal.

Cerca de 50 pessoas foram convidadas pelas autoridades luxemburguesas a retirar-se de um TGV que seguia de Luxemburgo a Paris, ontem, porque entraram na carruagem sem bilhete.   

O revisor do TGV recusou que se mantivessem a bordo e chamou os agentes de segurança da CFL para tentar fazer com que as pessoas saíssem do comboio. As pessoas recusaram-se a sair na presença dos agentes que se viram obrigados a pedir o reforço da polícia grão-ducal.  

Os passageiros tinham decidido entrar no TGV depois do comboio que se dirigia  a  Metz ter sido anulado. Segundo informou o porta voz da polícia grão-ducal ao jornal L’Essentiel, “a situação estava tensa, por isso os agentes de segurança chamaram a polícia”.  “Havia muita gente na plataforma, os passageiros estavam agitados e tivemos de garantir a segurança no local”, acrescentou a mesma fonte.  

O porta voz da SNCF declarou que este tipo de situação “acontece de vez em quando”  e lembrou também que para entrar num TGV é “obrigatório ter um bilhete com reserva” afirmando ainda que entrar a bordo de um TGV com um bilhete normal para Metz só é “autorizado a titulo excecional, isso em caso de grandes perturbações mas é a SNCF é que tem de ter a iniciativa de convidar os passageiros e não eles mesmos decidirem”. 

 


Notícias relacionadas