Escolha as suas informações

Centros de inspeção automóvel adaptam medidas de contenção
Luxemburgo 31.03.2020

Centros de inspeção automóvel adaptam medidas de contenção

Centros de inspeção automóvel adaptam medidas de contenção

Foto: Guy Jallay
Luxemburgo 31.03.2020

Centros de inspeção automóvel adaptam medidas de contenção

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Se o técnico de inspeção manobrar o veículo de um cliente, deverá usar uma capa de assento.

Os centros de controlo técnico automóvel do país (Sandweiler, Esch-sur-Alzette, Livange, Wilwerwiltz e Bissen) vão adaptar as medidas de contenção associadas ao coronavírus.

"Dada a evolução da crise sanitária associada à pandemia de Covid-19 no Luxemburgo e com o objetivo de reduzir o risco de transmissão para os clientes e funcionários, as medidas introduzidas a 17 de março vão ser parcialmente adaptadas e mantidas até 26 de abril", refere o Ministério da Mobilidade e Obras Públicas, em comunicado.


Inspeção: SNCT tem novo sistema de marcação
O sistema de marcação para as empresas que fazem a inspeção automóvel na Sociedade Nacional de Controlo Técnico (SNCT) vai mudar.

Todos os centros de controlo técnico devem aceitar apenas os veículos com o certificado de inspeção a expirar no prazo de duas semanas ou veículos sem certificado válido de inspeção.

O contacto com os clientes deve ser "reduzido ao mínimo", as salas de espera não podem ter mais do que cinco pessoas e "a distância mínima de dois metros deve ser respeitada", refere o Ministério da Mobilidade.

Os técnicos de inspeção devem proteger-se com luvas descartáveis ou com um produto desinfetante e usar máscaras respiratórias. Além disso, se o inspetor manobrar o veículo de um cliente deverá usar uma capa de assento.

Estas e outras medidas podem ser adaptadas a qualquer momento, segundo a avaliação da situação, acrescenta o ministério tutelado por François Bausch.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas