Escolha as suas informações

Centro Hospitalar Emile Mayrisch começou a vacinar pessoas com cancro
Luxemburgo 04.03.2021

Centro Hospitalar Emile Mayrisch começou a vacinar pessoas com cancro

Centro Hospitalar Emile Mayrisch começou a vacinar pessoas com cancro

Lex Kleren
Luxemburgo 04.03.2021

Centro Hospitalar Emile Mayrisch começou a vacinar pessoas com cancro

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O CHEM é o primeiro hospital do país a vacinar as pessoas “altamente vulneráveis”.

O Centro Hospital Emile Mayrisch (CHEM), em Esch-sur-Alzette, começou na segunda-feira a vacinar as pessoas com cancro, contra a covid-19. As pessoas que sofrem desta doença fazem parte da fase 2 do plano de vacinação emitido pelo Governo. O CHEM é assim o primeiro hospital do país que começou a vacinar as pessoas “altamente vulneráveis”.

Uma notícia avançada pela radio estatal 100,7, que acrescenta que nas próximas quatro semanas deverão ser vacinadas cerca de 650 pessoas com cancro naquele hospital.

O médico Serge Meyer, especialista em Oncologia no CHEM, frisou que o objetivo é vacinar 60 pacientes por dia. Cabe ao médico de Oncologia inscrever os seus pacientes numa lista e só depois estes poderão receber um convite para aceder à vacinação.

Segundo o médico Serge Meyer, as recusas por parte dos pacientes oncológicos para receber a vacina é muito pequena. Menos de 5% das pessoas com cancro que recebem o convite recusam fazer marcação.

Caso se consiga manter o plano de vacinação, os pacientes oncológicos deverão todos receber a sua segunda dose até 23 de abril.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas