Escolha as suas informações

Centro de testes PCR no Findel fechou. Passageiros passam a pagar 10 euros por teste
Luxemburgo 01.02.2021 Do nosso arquivo online

Centro de testes PCR no Findel fechou. Passageiros passam a pagar 10 euros por teste

Centro de testes PCR no Findel fechou. Passageiros passam a pagar 10 euros por teste

Photo: Anouk Antony
Luxemburgo 01.02.2021 Do nosso arquivo online

Centro de testes PCR no Findel fechou. Passageiros passam a pagar 10 euros por teste

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O centro de testes laboratoriais (PCR) à covid-19 situado no aeroporto do Luxemburgo fechou temporariamente no dia 29 de janeiro. Desde maio do ano passado que os viajantes tinham a oportunidade de serem testados no Findel, de forma gratuita, ou então recebiam um voucher para se deslocarem a um laboratório nos dias a seguir à chegada ao Grão-Ducado. A partir de hoje, os passageiros provenientes de países terceiros deverão pagar 10 euros para realizar o teste rápido (antigénio) que é agora obrigatório.

A partir desta segunda-feira, os passageiros provenientes de países terceiros deverão pagar 10 euros para realizar o teste rápido (antigénio) que é agora obrigatório. Com as novas restrições que entraram em vigor na passada sexta-feira, o Ministério da Saúde defende que o centro de despistagem deixou de fazer sentido.

De facto, desde 29 de janeiro, que quem viaja para o Grão-Ducado de avião tem de apresentar um teste PCR ou antigénio, que comprove que a pessoa não está infetada com a covid-19. A medida é válida para todas as pessoas com mais de 6 anos, independentemente da nacionalidade. O teste tem de ser feito menos de 72 horas antes do voo.

As pessoas oriundas de países terceiros têm de se submeter a um teste adicional, um teste rápido que é feito à chegada ao aeroporto do Luxemburgo. Esta oferta vai manter-se, mas no entanto a partir desta segunda-feira (1 de fevereiro) a pessoa terá de pagar 10 euros. Até 29 de janeiro, a realização de um teste no Findel era gratuito para todos os viajantes.


Quem tem de apresentar teste negativo para entrar no Luxemburgo de avião? Saiba as exceções
Crianças até aos 6 anos estão isentas do teste, mas há mais exceções.

Segundo o Ministério da Saúde, as pessoas que estavam a trabalhar no centro de despistagem do Findel vão ser reorientadas para as estruturas de acolhimento de pessoas idosas. A terceira fase da campanha de despistagem em larga escala (Large Scale Testing) vai sobretudo concentrar-se nos lares e escolas.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas