Escolha as suas informações

Casos de covid aumentaram 28% na última semana no Luxemburgo
Luxemburgo 2 min. 03.03.2022
Balanço semanal

Casos de covid aumentaram 28% na última semana no Luxemburgo

No número de internamentos, houve 21 pacientes hospitalizados nos cuidados normais e sete nos cuidados intensivos.
Balanço semanal

Casos de covid aumentaram 28% na última semana no Luxemburgo

No número de internamentos, houve 21 pacientes hospitalizados nos cuidados normais e sete nos cuidados intensivos.
Foto: Marijan Murat/dpa
Luxemburgo 2 min. 03.03.2022
Balanço semanal

Casos de covid aumentaram 28% na última semana no Luxemburgo

Catarina OSÓRIO
Catarina OSÓRIO
Os maiores aumentos foram registados nos grupos 0-14 e 15-29 anos. A idade média dos infetados baixou ligeiramente para os 33,8 anos, de acordo com Ministério da Saúde.

Depois de algumas semanas em queda, as infeções por covid-19 no Grão-Ducado voltaram a subir na semana entre 21 e 27 de fevereiro. De acordo com o balanço semanal do Ministério da Saúde, o número de pessoas infetadas aumentou 28%, com um total de 4.670 casos. 

A idade média dos infetados baixou ligeiramente para os 33,8 anos. 

No que respeita às hospitalizações, houve 21 pacientes hospitalizados nos cuidados normais, metade do registado na semana anterior. Nos cuidados intensivos estiveram ainda sete pessoas, menos duas do que no período anterior. No espaço de uma semana, a idade média dos hospitalizados aumentou para os 62 anos (56 na semana passada).  

Já o número de mortos devido à doença foi de sete pessoas, igual ao do período anterior, fazendo um total de 993 pessoas. A idade média dos óbitos é agora de 79 anos.

Maiores aumentos da taxa de incidência nos grupos 0-14 e 1 5-29 

Em comparação com a semana anterior, a taxa de incidência está a aumentar em todos os grupos etários. O maior aumento foi registado nas crianças entre os 0-14 anos (+75%), seguidas dos 15-29 anos (+61%). 

Na semana passada, os autotestes certificados nas escolas representaram 28% dos casos em crianças dos 0-14 anos e 16% dos casos em crianças dos 15-29 anos. 

A taxa de incidência mais baixa foi registada no grupo etário dos 60-74 anos (403 casos por 100.000 habitantes), enquanto a taxa de incidência mais alta é registada no grupo etário dos 30-44 anos (1.278 casos por 100.000 habitantes). 

No geral, a taxa de reprodução efetiva (RT eff) aumentou para 1,03 (0,83 na semana anterior) e a taxa de positividade aumentou de 23,89% para 26,61%. No mesmo sentido, a taxa de incidência na população aumentou para 736 casos por 100.000 habitantes durante 7 dias, em comparação com 575 casos por 100.000 habitantes na semana anterior. 

De salientar ainda que a taxa de incidência entre os não vacinados continua mais elevada - 754 por 100.000 pessoas - do que entre os vacinados - 728,6 por 100.000 pessoas. 

O círculo familiar continua a ser a fonte mais frequente das contaminações (24,6%), seguido pelas viagens ao estrangeiro (22,8%), lazer (5,3%), educação (3,6%) e trabalho (2,3%). A percentagem de fontes indeterminadas está a diminuir (37,03%). 

Quase 78% da população completamente vacinada

Durante a semana de 21 a 27 de fevereiro foram administradas um total de 5.296 doses, elevando o número total de vacinas administradas para 1.264.971. No total, 468.692 pessoas têm um calendário de vacinação completo, o que corresponde a uma taxa de vacinação de 77,9% da população elegível (a partir dos 5 anos).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas