Escolha as suas informações

Capital. Déi Lénk critica projeto "Hôtel des Postes"
Luxemburgo 15.07.2020

Capital. Déi Lénk critica projeto "Hôtel des Postes"

Capital. Déi Lénk critica projeto "Hôtel des Postes"

Foto: Christian ASCHMAN
Luxemburgo 15.07.2020

Capital. Déi Lénk critica projeto "Hôtel des Postes"

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
A secção do partido déi Lénk da cidade do Luxemburgo critica, num comunicado divulgado hoje, o futuro projeto imobiliário "Hôtel des Postes", apresentado pela Post.

O emblemático edifício dos correios situado na praça Hamilius, na capital, vai ser transformado num hotel ‘lifestyle’, com um centro de bem-estar e escritórios, e deverá abrir as portas em 2023.

O déi Lénk qualifica de "loucura liberal" o facto de a autarquia da capital e a Post terem disponibilizado este "bem público", construído com o dinheiro dos contribuintes, ao grupo imobiliário privado Artea.

O partido de esquerda insta o ministro da Economia, Franz Fayot, a parar este projeto em nome do "interesse público". Para o partido de oposição da capital, este projeto "é totalmente inadequado às necessidades dos habitantes da cidade" e demonstra a "total incapacidade" da burgomestre da capital, Lydie Polfer, em pôr fim à crise habitacional na capital.

A crítica surge precisamente na altura em que a consultora Deloitte revelou que os preços de arrendamento de habitação na capital são o dobro de Londres e superiores aos de Paris.

O déi Lénk propõe que o edifício da praça Hamilius seja utilizado para habitação social, residência estudantil, salas de conferência ou local cultural e associativo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas