Escolha as suas informações

Cafés e restaurantes vão fechar pouco antes das 23h. Horesca aliviada
Luxemburgo 2 min. 26.10.2020

Cafés e restaurantes vão fechar pouco antes das 23h. Horesca aliviada

Cafés e restaurantes vão fechar pouco antes das 23h. Horesca aliviada

Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Luxemburgo 2 min. 26.10.2020

Cafés e restaurantes vão fechar pouco antes das 23h. Horesca aliviada

Diana ALVES
Diana ALVES
As novas medidas restritivas anunciadas pelo Governo, para conter a pandemia, deverão entrar em vigor ainda esta semana, o que significa que cafés e restaurantes vão passar a ter de fechar cerca de uma hora mais cedo.

Com o recolher obrigatório a partir das 23h, os estabelecimentos deixarão de poder abrir até à meia-noite e passam a ter de fechar uma hora mais cedo. Mesmo assim, a Horesca diz-se aliviada.

Em entrevista ao L’Essentiel, o secretário-geral da federação que representa hotéis, restaurantes e cafés, François Koepp, mostrou-se aliviado com o facto de o Executivo não ter anunciado o encerramento dos estabelecimentos. O responsável mostrou-se também satisfeito com o horário do recolher obrigatório, visto que este começará apenas às 23h00 (e terminará às 6h00), mais tarde do que noutros países da Europa.

Embora saúde que o recolher obrigatório não comece às 19h00, por exemplo, Koepp adianta que muitos dos membros da federação estão preocupados. Segundo o dirigente da Horesca, cafés e restaurantes vão ter de se organizar de outra forma para não perderem negócio. Uma das alternativas é abrir mais cedo.

O secretário-geral da Horesca lançou no entanto um apelo às autoridades sobre as fiscalizações do recolher obrigatório. O dirigente espera que os estabelecimentos fiquem abertos até às 22h30-22h45 e que as autoridades "compreendam que às vezes é preciso algum tempo até chegar ao parque de estacionamento e voltar para casa".

O responsável adiantou também ao diário que poderão estar para breve "novas ajudas" às empresas do setor. Sem revelar mais detalhes, o dirigente referiu apenas "a cobertura de uma parte dos custos fixos de hotéis, cafés e restaurantes". François Koepp antecipa "meses difíceis" para as empresas do setor, esperando que a vacina contra a covid-19 esteja disponível em março. 

Para já, volta a apelar aos profissionais do setor que respeitem as regras sanitárias, incitando-os também a fazer o teste. Além do encerramento às 23h00, o número de pessoas que poderão estar sentadas à mesma mesa num restaurante ou café será limitado a quatro, exceto se se tratar de pessoas do mesmo agregado familiar. 


Luxemburgo declara recolher obrigatório das 23h00 às 6h00
O primeiro-ministro, Xavier Bettel, anunciou que esta medida deverá durar, para já, um mês.

Para conter a pandemia de covid-19, cujo número de contágios tem aumentado significativamente nos últimos dias, o Luxemburgo decidiu anunciar um recolher obrigatório noturno, entre as 23h00 e as 6h00. A medida ainda não entrou em vigor. O Governo precisa do aval do Parlamento para a implementar. A revisão da chamada 'lei covid' deverá ir a votos ainda esta semana.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas