Escolha as suas informações

Bettel "não respeitou Boris Johnson"
Luxemburgo 18.09.2019 Do nosso arquivo online

Bettel "não respeitou Boris Johnson"

Bettel "não respeitou Boris Johnson"

Photo: Chris Karaba
Luxemburgo 18.09.2019 Do nosso arquivo online

Bettel "não respeitou Boris Johnson"

A reação de Xavier Bettel à "fuga" de Boris Johnson não agradou ao deputado do CSV. Claude Wiseler acusa o primeiro-ministro de humilhar o britânico.

48 horas depois, o encontro entre o primeiro-ministro Xavier Bettel e o homólogo britânico Boris Johnson continua na ordem do dia. Claude Wiseler não poupa nas críticas. Ex-candidato a primeiro-ministro, o deputado do CVS lamenta “a falta de preparação” do líder do governo que, na sua opinião, “não respeitou o primeiro-ministro britânico, ao atribuir-lhe o papel errado”.

Em declarações ao L’Essentiel, Wiseler confessa que “não discorda da substância”. Embora reconheça a falta de propostas concretas de Johnson sobre o futuro do Brexit, aponta o dedo à forma. “Compreendo a irritação de Xavier Bettel, enquanto o caso não avança. Mas a imprensa britânica falou em insultos e humilhação”, critica. “Para alguns redatores, Boris Johnson foi atraído para uma armadilha”, acrescenta depois de vincar que a atuação de Xavier Bettel “não serviu nem ao Luxemburgo nem às negociações do Brexit”.

A imagem de Xavier Bettel "abandonado" no púlpito correu o mundo. Mais de 140 jornalistas acompanharam a visita de Boris Johnson ao Luxemburgo. Praticamente em uníssono, a imprensa internacional destacou o insólito, não tivesse sido a primeira vez que, em visita oficial, um primeiro-ministro deixa outro a falar sozinho numa conferência de imprensa previamente agendada.

Boris Johnson ainda não se pronunciou sobre tema. Depois do almoço com Jean-Claude Junker e da reunião com o líder do governo luxemburguês, fintou as perguntas e abandonou o Grão-Ducado sem fazer qualquer balanço dos encontros. Na reação Xavier Bettel aconselhou o primeiro-ministro britânico a “usar bem o tempo que resta” para apresentar caminhos concretos sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

Na Grã-Bretanha, a conferência de imprensa a solo fez manchete. O The Guardian conta que Johnson foi “humilhado pelo primeiro-ministro do Luxembrugo na conferência de imprensa de cadeira vazia”. O The Times preferiu destacar o “tratamento de tribuna vazia” que o líder do executivo britânico recebeu no Luxemburgo.

 


  


 


Notícias relacionadas