Escolha as suas informações

Entre 566 pessoas infetadas mais de 100 tinham a vacinação completa
Luxemburgo 2 min. 29.07.2021
Balanço semanal covid-19

Entre 566 pessoas infetadas mais de 100 tinham a vacinação completa

Balanço semanal covid-19

Entre 566 pessoas infetadas mais de 100 tinham a vacinação completa

Foto: AFP
Luxemburgo 2 min. 29.07.2021
Balanço semanal covid-19

Entre 566 pessoas infetadas mais de 100 tinham a vacinação completa

Catarina OSÓRIO
Catarina OSÓRIO
Uma possibilidade para a qual a que a ministra da Saúde já tinha alertado no início de julho. Balanço semanal dá conta de uma diminuição geral dos casos, o que acontece pela terceira semana consecutiva.

Pela terceira semana consecutiva o número de casos de infeção por covid-19 no Grão-Ducado está a diminuir. O balanço mais recente divulgado pelas autoridades dá conta de 566 novos casos na semana entre 19 e 25 de julho, uma redução de 22% face ao período anterior. 

Mas há um dado que salta à vista: dos 566 infetados, a grande maioria - 81,4% - não estava vacinada, mas 105 pessoas - 18,6% - tinham o esquema vacinal completo. Ou seja, pessoas que testaram positivo mesmo tendo tomado as duas doses ou a dose única (no caso da vacina da Janssen). Uma possibilidade para a qual a ministra da Saúde já tinha alertado no início de julho, dado que a vacina não protege totalmente contra a infeção mas evita na maioria dos casos os sintomas graves, hospitalizações ou mesmo mortes.

Entre as infeções da semana passda, o círculo familiar continua a ser a fonte mais frequente de infeção (27,3%), seguido das viagens ao estrangeiro (13,6%) e atividades de lazer (13,2%). No entanto, em 36,6% dos casos não foi possível detetar a taxa de infecções. De notar ainda que 71% dos casos foram registados em pessoas com idades entre os 15 e os 44 anos.  

Na semana que passou houve ainda registo de um morto e mais 17 pessoas deram entrada no hospital devido à infeção, um ligeiro aumento face à semana anterior. O número de doentes nos cuidados intensivos permaneceu estável com quatro pessoas internadas.

Como já tem vindo a ser tendência, a idade média dos infetados na semana passada foi de 30,3 anos, ainda assim um ligeiro aumento face aos 27,5 anos do período anterior.

No geral o número de testes PCR realizados na semana passada diminuiu, passando de 49,884 para 43,736. Foram reportados ainda 11 testes de antigénio positivos. 


Vacinados devem realizar teste no regresso de férias, aconselha ministra da Saúde
Com a vacinação o risco de infeção e contágio "é muito menor", mas existe sempre, diz a tutela da Saúde.

Taxa de reprodução efetiva e taxa de incidência a diminuir

Entre 19 e 25 de julho, a taxa de reprodução efectiva (RT eff) diminuiu de 0,91 para 0,82. No que respeita à taxa de incidência a 7 dias é agora de 89 casos por 100.000 habitantes, confirmando-se uma diminuição geral desta pela terceira semana consecutiva.

Mas olhando por faixa etária, a taxa aumentou nos grupos com 30-44 anos e 75 anos ou mais. Em sentido contrário, a maior diminuição deu-se no grupo entre os 15 e os 29 anos (-37%).

Este grupo, continua a registar, no entanto, a maior taxa de incidência com 206 casos por 100.000 habitantes, seguido das pessoas entre os 30 e 44 anos, com 104 casos por 100.000 habitantes. 

A vacinação no paíse soma e segue com quase 700.000 doses de vacinas administradas e quase 304.000 pessoas completamente vacinadas.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas