Escolha as suas informações

Aumento de 200 euros no subsídio de vida cara e cantinas grátis
Luxemburgo 12.10.2021
Estado da Nação

Aumento de 200 euros no subsídio de vida cara e cantinas grátis

Estado da Nação

Aumento de 200 euros no subsídio de vida cara e cantinas grátis

Foto de arquivo: Anouk Antony
Luxemburgo 12.10.2021
Estado da Nação

Aumento de 200 euros no subsídio de vida cara e cantinas grátis

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
As famílias de baixos rendimentos vão ter mais apoios do estado e os seus filhos, refeições gratuitas nas escolas, anunciou hoje Xavier Bettel prometendo ainda um debate em breve sobre a reforma fiscal das famílias monoparentais.

O Governo quer melhorar o apoio social e fiscal às famílias mais vulneráveis, especialmente às crianças, enfatizou o primeiro-ministro durante o discurso do Estado da Nação esta tarde, onde anunciou novas medidas neste sentido.

 A partir de 1 de janeiro de 2022 as famílias de baixos rendimentos vão receber um aumento de 200 euros do seu subsídio de vida cara, precisou o chefe do executivo.

No que respeita às crianças de famílias com baixos rendimentos, no futuro o Governo vai oferecer refeições quentes gratuitas ao almoço nas cantinas das escolas primárias e secundárias do país. “Para os alunos que almoçam na escola todos os dias, isto significa uma poupança de 846 euros por ano”, contabilizou Xavier Bettel.

Famílias monoparentais

Também as famílias monoparentais “continuam particularmente vulneráveis”, referiu o governante recordando que o Executivo tinha planeado uma segunda grande reforma fiscal para esta legislatura.


Déi Lénk reivindica indexação do abono de família com efeitos retroativos
A perda do poder de compra das famílias com crianças a cargo vai ficar mais acentuada, denuncia o déi Lénk.

“O objetivo desta reforma teria sido tornar o nosso sistema fiscal mais justo, com os mesmos impostos para todos no mesmo escalão fiscal, mas sem quaisquer perdas”, lembrou o chefe de Estado sublinhando que, no entanto, tal não possível, devido à pandemia. 

Contudo, Xavier Bettel afirmou que o “debate sobre uma maior justiça fiscal deve continuar” e que, em breve, será realizada no Parlamento. “Continuamos convencidos de que é necessária uma grande reforma fiscal, mesmo que esta não possa ser realizada imediatamente”.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Xavier Bettel fez esta terça-feira o retrato do país, durante o discurso sobre o Estado da Nação. O primeiro-ministro diz que o Luxemburgo está melhor do que há dois anos. Olhando para o futuro, entre várias medidas anunciadas, o primeiro-ministro garantiu que a reforma fiscal vai beneficiar os mais necessitados.
Xavier Bettel anunciou no discurso sobre o Estado da Nação que as famílias mais carenciadas vão ser beneficiadas pela reforma fiscal
A reforma fiscal foi apresentada esta segunda-feira pelo Governo como “uma reforma socialmente justa”, anunciou o primeiro-ministro Xavier Bettel. “As pessoas com baixo rendimento vão pagar menos” impostos, disse Bettel.
Xavier Bettel, Pierre Gramegna, Etienne Schneider e Felix Braz estiveram na apresentação da reforma fiscal, na segunda-feira, no castelo de Senningen