Escolha as suas informações

Atual ‘lei anti-covid’ prestes a terminar. Deputados discutem futuras medidas na próxima semana
Luxemburgo 22.01.2021 Do nosso arquivo online

Atual ‘lei anti-covid’ prestes a terminar. Deputados discutem futuras medidas na próxima semana

Atual ‘lei anti-covid’ prestes a terminar. Deputados discutem futuras medidas na próxima semana

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 22.01.2021 Do nosso arquivo online

Atual ‘lei anti-covid’ prestes a terminar. Deputados discutem futuras medidas na próxima semana

Diana ALVES
Diana ALVES
O objetivo é implementar medidas adaptadas à situação pandémica atual do país.

As medidas contempladas na atual ‘lei anti-covid’ vão estar em vigor até ao dia 31 deste mês. De acordo com a Câmara dos Deputados, um novo projeto de lei sobre a matéria será analisado pelos membros da comissão da saúde no decorrer da próxima semana. O objetivo é implementar medidas adaptadas à situação pandémica atual do país.

No entanto, os detalhes desse texto não são ainda conhecidos. Para já, sabe-se apenas que a situação no Grão-Ducado melhorou consideravelmente nas últimas semanas. Ouvida pelos deputados da comissão parlamentar da saúde, a ministra da tutela, Paulette Lenert, sublinhou que “a situação epidemiológica tensa no Luxemburgo acalmou recentemente, na sequência do agravamento das restrições durante as festas de fim de ano”.

Segundo a ministra, a taxa de incidência recuou 70% em apenas um mês. Lenert apela no entanto à precaução, descrevendo o mês de janeiro como “cítrico” no que toca à evolução da pandemia. No centro das preocupações das autoridades de saúde estão as novas variantes do coronavírus, mas Lenert garante que o Luxemburgo está, mais do que nunca, a seguir de perto a situação nos países vizinhos.

Os últimos dados sobre a presença das variantes do vírus no Grão-Ducado apontam para que tenham sido detetados até agora 12 casos da estirpe britânica no país, segundo a RTL.

Resta agora saber se algumas das atuais medidas sanitárias vão permanecer em vigor. Para já, e pelo menos durante os próximos dez dias, a população terá de continuar a respeitar o recolher obrigatório das 23:00 às 06:00, cafés e restaurantes terão de permanecer fechados e os contactos sociais vão continuar limitados.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

António Gamito, Embaixador de Portugal no Grão-Ducado, a ministra da Saúde luxemburguesa, Paulette Lenert, e o embaixador de Cabo Verde no Grão-Ducado, Carlos Semedo, deram esta segunda-feira uma conferência de imprensa no Ministério da Sáude, direcionada para os lusófonos, na qual pediram aos membros da comunidade residente no país para continuarem a cumprir as medidas preconizadas no combate ao coronavírus.