Escolha as suas informações

Ataque em Estrasburgo. Fugitivo procurado no Luxemburgo
Luxemburgo 13.12.2018 Do nosso arquivo online

Ataque em Estrasburgo. Fugitivo procurado no Luxemburgo

Ataque em Estrasburgo. Fugitivo procurado no Luxemburgo

Foto: Twitter/Rita Katz
Luxemburgo 13.12.2018 Do nosso arquivo online

Ataque em Estrasburgo. Fugitivo procurado no Luxemburgo

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O principal suspeito do atentado em Estrasburgo na terça-feira passada, Cherif Chekatt, está a ser procurado pela polícia luxemburguesa.

O fugitivo Cherif Chekatt, suspeito de ser o autor do tiroteio no mercado de Natal em Estrasburgo, está a ser procurado pela polícia luxemburguesa, informaram hoje as autoridades. O homem mede 1,90 m e terá ficado ferido numa troca de tiros antes de abandonar o local do ataque. O francês de 29 anos cometeu, aliás, um delito no Grão-Ducado em 2012, mais precisamente um assalto com arrombamento.  


Foto: Polícia Grã-Ducal

A polícia do Grão-Ducado lançou o apelo a testemunhas, divulgando a fotografia do suspeito, a mesma que as autoridades francesas já tinham emitido na quarta-feira à noite. As autoridades nacionais recomendam vigilância à população, lembrando que se trata de um indivíduo perigoso.

Em caso de suspeita, as autoridades aconselham a ligar para o 113, número de emergência nacional. O atentado alegadamente levado a cabo Cherif Chekatt, na terça-feira à noite causou a morte e duas pessoas e uma terceira encontra-se em morte cerebral.

Entretanto o governo luxemburguês garantiu ontem à RTL que não há residentes luxemburgueses entre as vítimas. A polícia alemã intensificou o controlo nos postos fronteiriços com a França horas depois do ataque. 



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A polícia luxemburguesa lançou hoje um pedido de ajuda a testemunhas para encontrar um homem que, no passado mês de dezembro, roubou um cartão de crédito numa loja, na rue de la Boucherie, no Luxemburgo.
O suspeito de armadilhar um carro em Bergem, no Luxemburgo, entregou-se às autoridades alemãs cinco dias depois da explosão que feriu um homem de 68 anos. O filho da vítima, um homem de 39 anos, é principal suspeito de ter elaborado o ataque.
The suspect's apartment in Dudelange was searched on Saturday night.