Escolha as suas informações

AstraZeneca já é administrada no Luxemburgo
Luxemburgo 09.02.2021 Do nosso arquivo online

AstraZeneca já é administrada no Luxemburgo

AstraZeneca já é administrada no Luxemburgo

Foto: AFP
Luxemburgo 09.02.2021 Do nosso arquivo online

AstraZeneca já é administrada no Luxemburgo

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O Luxemburgo começou na segunda-feira a vacinar as primeiras pessoas com a vacina da AstraZeneca. Vários países, incluindo o Grão-Ducado vão para já administrá-la a pessoas até aos 65 anos.

Depois do fármaco da Pfizer/BioNTech e da Moderna, as equipas de vacinação do Luxemburgo também já estão a utilizar a terceira vacina autorizada na União Europeia. Tal como já acontece noutros países, incluindo Portugal, esta vacina será apenas administrada a pessoas com menos de 65 anos de idade. Esta foi uma recomendação do Conselho Superior para as Doenças Infecciosas. 

Numa publicação no Facebook, o Ministério da Saúde sublinha que uma das vantagens desta vacina é a conservação, podendo ser armazenada a temperaturas entre os 2 e 8 graus. O produto da AstraZeneca pode assim ser armazenado num frigorífico clássico, como os de casa.


Vacinas. Pfizer e Moderna mais eficazes, Sputnik mais barata e fácil de armazenar
Comparativamente, Pfizer, Moderna e Sputnik são as que superam os 90% de eficácia. AstraZeneca é a que deixa mais dúvidas.

Segundo uma estimativa do governo, publicada no mês de janeiro, o Luxemburgo espera vacinar mais de 207 mil pessoas com a vacina AstraZeneca. Mas os números vão variando consoante a capacidade de produção e de abastecimento do medicamento. O plano de vacinação do Grão-Ducado - com seis fases no total -  arrancou a 28 de dezembro, para profissionais de saúde de hospitais e lares de idosos, tendo sido alargada no mês de janeiro aos residentes dos lares. A segunda etapa deverá arrancar no início do mês de março e vai abranger as pessoas com mais de 75 anos e as pessoas consideradas "altamente vulneráveis", independentemente da idade.    

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas