Escolha as suas informações

Asselborn contra certificado de vacinação
Luxemburgo 20.01.2021

Asselborn contra certificado de vacinação

Asselborn contra certificado de vacinação

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 20.01.2021

Asselborn contra certificado de vacinação

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A Associação Internacional de Transporte Aéreo pediu à União Europeia para apoiar a iniciativa do primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, que propôs um certificado europeu de vacinação contra a covid-19.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, está contra a criação de um certificado europeu de vacinação. Uma opinião partilhada na terça-feira à tarde no Parlamento em resposta a uma pergunta do deputado Fernand Kartheiser (ADR) que queria conhecer a posição do Governo luxemburguês sobre a certificação de vacinação ou eventuais privilégios para as pessoas que aderiram à vacina contra a covid-19.

Jean Asselborn começou por lembrar que o Luxemburgo é contra a obrigatoriedade da toma da vacina, sendo que a campanha de vacinação está baseada no voluntariado. O ministro dos Negócios Estrangeiros acrescentou, no entanto, que quando todo o ser humano tiver acesso à vacina contra a covid-19, poderá voltar a ponderar essa opção. Mas antes disso está fora de questão.

Quem também se mostrou "reticente" quanto à criação de um passaporte comunitário de vacinação contra a covid-19 foi a França e a própria Organização Mundial da Saúde (OMS)


União Europeia vai lançar certificados de vacinas
Até março, os países vão comprometer-se com vacinar 80% de pessoal de saúde e de cidadãos com mais de 80 anos. No verão, o objetivo é vacinar 70% da população adulta.

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), que engloba 290 companhias aéreas, pediu ontem à União Europeia para apoiar a iniciativa do primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, que propôs um certificado europeu de vacinação contra a covid-19, para que as pessoas que foram vacinadas possam viajar livremente na Europa.

Os chefes de Estado da União Europeia reúnem-se esta quinta-feira, com a proposta do primeiro-ministro grego em cima da mesa. Espera-se que eles instruam a Comissão a tomar medidas a desenvolver uma certificação comum de vacinação.  

com Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

França "reticente" quanto a passaporte de vacinação europeu
O país está “reticente” quanto à criação de um passaporte comunitário de vacinação contra a covid-19 e considera que esta questão não deve ser tratada no Conselho Europeu da próxima semana, admitiu o secretário de Estado dos Assuntos Europeus.