Escolha as suas informações

Assédio moral no trabalho continua relevante no Luxemburgo
Luxemburgo 24.11.2020

Assédio moral no trabalho continua relevante no Luxemburgo

Assédio moral no trabalho continua relevante no Luxemburgo

Pixabay
Luxemburgo 24.11.2020

Assédio moral no trabalho continua relevante no Luxemburgo

Jean-Michel HENNEBERT
Jean-Michel HENNEBERT
Com 306 pedidos de informação enviados ao ITM, nos primeiros nove meses do ano, o mobbing (palavra utilizada para descrever o bullying no local de trabalho) continua nas empresas do Luxemburgo. Isto apesar do número elevado de pessoas em teletrabalho.

Se a pandemia forçou alguns funcionários no Grão-Ducado a distanciarem-se fisicamente de seu local de trabalho, esta não interrompeu a continuação de alguns comportamentos abusivos, adianta a versão francesa do Wort. 

Nos primeiros nove meses do ano, 306 pedidos de informação sobre assédio no trabalho foram oficialmente enviados para a Inspecção de Trabalho e Minas (ITM), adiantou Dan Kersch, Ministro do Trabalho, numa resposta parlamentar. Oito queixas foram registadas.

Números representam ligeira melhoria em relação a 2019, quando foram registados 431 pedidos de informação e 13 queixas em todo o ano. Embora o Ministério do Trabalho declare que está "a preparar um projeto de lei contra o mobbing no local de trabalho", não foram especificados pormenores. 

É de notar que, para este tipo de queixa, a legislação prevê que cabe à vítima provar que "os seus direitos ou dignidade foram violados", através de "um ambiente intimidante, humilhante ou degradante" ou que "afeta o seu estado de saúde". Até à data, não está prevista qualquer mudança nesta abordagem, resumiu Dan Kersch. 

De acordo com os últimos dados, o número de pessoas que afirmam ser vítimas de mobbing aumentou de 12,4%, em 2014, para 18,1%, em 2018. Os principais comportamentos apontados são a atribuição de tarefas sem sentido, a crítica constante e o facto de ser ignorado. 

Tradução e edição de Ana Patrícia Cardoso. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.