Escolha as suas informações

Arcebispo: Imagem peregrina de N.S. de Fátima vem a Wiltz em 2017
Luxemburgo 42 3 min. 05.05.2016

Arcebispo: Imagem peregrina de N.S. de Fátima vem a Wiltz em 2017

Arcebispo: Imagem peregrina de N.S. de Fátima vem a Wiltz em 2017

Foto: Nico Muller
Luxemburgo 42 3 min. 05.05.2016

Arcebispo: Imagem peregrina de N.S. de Fátima vem a Wiltz em 2017

Jean-Claude Hollerich, o arcebispo do Luxemburgo, confirmou hoje a vinda da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima ao Luxemburgo durante o próximo ano, por ocasião da 50ª peregrinação anual ao santuário de Fátima, em Wiltz.

Jean-Claude Hollerich, o arcebispo do Luxemburgo, confirmou hoje a vinda da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima ao Luxemburgo durante o próximo ano, por ocasião da 50ª peregrinação anual ao santuário de Fátima, em Wiltz.

Tal como o CONTACTO anunciou esta manhã, a revelação foi feita esta Quinta-feira de Ascensão durante a missa que decorreu no santuário no sítio “Op Bäessent”, perante milhares de fiéis.

“O Luxemburgo vai receber a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima já no próximo ano, por ocasião da peregrinação a Wiltz, que acontecerá a 25 de Maio 2017. Que alegria! Vai ser uma ocasião para rejubilar de contentamento”, anunciou Jean-Claude Hollerich ao milhares de devotos que responderam com aplausos.

Esta será a segunda vez que a imagem estará no Grão-Ducado. A primeira foi em 1948, depois de um périplo por Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Holanda e o Grão-Ducado.

“Foi há quase 70 anos e também numa altura em que, como hoje, a Europa passava por momentos difíceis. Espero que a imagem de Nossa Senhora possa ser acolhida com grande alegria, calor humano e grandes manifestações de fé”, exortou o arcebispo, falando um português correcto durante a 49ª peregrinação subordinada ao lema “Salve Mater Misericordiae”.

O CONTACTO apurou junto de fonte da diocese luxemburguesa que a vinda da imagem estará já a ser “cuidadosamente” preparada com as entidades religiosas e de segurança dos dois países.

A imagem peregrina de Nossa Senhora será utilizada no percurso da procissão de Wiltz, o que exigirá o reforço das condições de segurança em torno da procissão. A imagem ficará em solo luxemburguês durante um mês, visitando as paróquias de Norte a Sul do país.

O acontecimento ganha ainda mais simbolismo por se tratar da 50ª peregrinação a Wiltz, por se assinalarem os 50 anos da Missão Católica Portuguesa no Luxemburgo e ainda o centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, Portugal.

“Nossa Senhora preparou o caminho aos portugueses que vieram para o Luxemburgo. Hoje são eles que caminham para a venerar” disse ao nosso jornal o bispo do Porto, Dom António Francisco dos Santos.

Pela primeira vez no Luxemburgo, o bispo português mostrou-se “maravilhado” com a peregrinação de Wiltz. “Sabia que era uma manifestação de fé de grande envergadura mas, confesso, não esperava ver tantas pessoas. Foi uma realidade que me impressionou”, confessou.

O anúncio de Jean-Claude Hollerich foi também do agrado do embaixador de Portugal no Luxemburgo, Carlos Pereira Marques. “É um momento de grande simbolismo para a nossa comunidade e reforça os laços entre os dois países”, sublinhou o diplomata, presente na 49ª peregrinação.

Já o embaixador de Cabo Verde no Luxemburgo, Carlos Semedo, estava visivelmente impressionado com a enorme demonstração de fé que acabara de assistir. “Vi com os meus olhos e fiquei surpreendido com tanta adesão e uma participação massiva da comunidade cabo-verdiana e portuguesa” referiu o diplomata de Cabo Verde.

Polícia estima entre 15 a 20 mil peregrinos

A manifestação de devoção a Nossa Senhora de Fátima atrai anualmente milhares de peregrinos portugueses, cabo-verdianos e luxemburgueses àquela cidade do norte do Luxemburgo.

Este ano não foi excepção e o bom tempo que se sentiu, com temperaturas na ordem dos 18 graus, levou milhares de pessoas a Wiltz. De acordo com números adiantados pela polícia luxemburguesa ao CONTACTO, a peregrinação terá acolhido “entre 15 mil e 20 mil peregrinos”. “Estimamos que no cortejo participaram cerca de 10 mil pessoas e no geral passaram hoje por Wiltz entre 15 mil e 20 mil pessoas”, revelou Patrick Schmit, chefe do comissariado de proximidade da polícia grã-ducal.

Segundo este responsável, a operação policial em torno da peregrinação de Wiltz envolveu cerca de 35 elementos da polícia luxemburguesa e também das autoridades belgas. A polícia não registou acidentes de trânsito ou outros problemas relacionados com a peregrinação.

Somente a protecção civil deu conta de alguns casos relacionados com insolações. Muitas pessoas permaneceram horas junto ao santuário, onde o calor era sufocante.

Paulo Dâmaso

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Vídeo: Portugueses já vão a caminho de Fátima em Wiltz
Não é Fátima, em Portugal, mas também há peregrinos portugueses nas estradas luxemburguesas para chegar ao santuário de Fátima, em Wiltz. Um dia antes da romaria, já há muitos a caminho. Este ano a peregrinação vai contar com a visita de Marcelo Rebelo de Sousa, mas há imigrantes que fazem a rota a pé há duas décadas.
Maria Celeste Cavaleiro: «Le pèlerinage, c'est dur mais quand on arrive à l'église de Niederwiltz on est tellement soulagé d'un seul coup qu'on serait prêt à refaire la route immédiatement».
EDITORIAL: Todos os caminhos vão dar a Wiltz
Mercê de uma vontade conjunta entre os chefes de Estado de Portugal e do Luxemburgo, na quinta-feira todos os caminhos vão dar a Wiltz, uma localidade que é um dos símbolos do que une luxemburgueses e portugueses.