Escolha as suas informações

Após queixas da população, Esch já não vai reduzir iluminação pública
Luxemburgo 26.11.2022
Poupança energética

Após queixas da população, Esch já não vai reduzir iluminação pública

Poupança energética

Após queixas da população, Esch já não vai reduzir iluminação pública

Foto de arquivo: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 26.11.2022
Poupança energética

Após queixas da população, Esch já não vai reduzir iluminação pública

Redação
Redação
A comuna começou a aplicar a medida de poupança energética na segunda-feira, mas retomou a normalidade na sexta-feira.

(jt) - Na segunda-feira, os candeeiros de rua em Esch-sur-Alzette começaram a ser desligados uma hora mais cedo, de manhã, e ligados uma hora mais tarde, à noite. A medida destinava-se a poupar energia, face à crise que se faz sentir no país e na Europa, mas a comuna reverteu a sua decisão após contestação da população, noticiou o Tageblatt este sábado.

Os cidadãos recorreram às redes sociais para criticar o facto de as crianças terem de ir para a escola no escuro, já que o sol só nasce por volta das 8h nesta altura do ano. Além disso, manifestaram o seu descontentamento perante a falta de iluminação pública após o pôr-do-sol, que atualmente ocorre pelas 16h45.


Esch vai reduzir iluminação pública e luzes de Natal
Menos aquecimento e iluminações noturnas e festivas. Conheça as novas medidas da cidade de Esch que entram em vigor esta semana.

Ao Tageblatt, um porta-voz da comuna disse que as decisões de poupança energética foram tomadas em outubro e que, nesse sentido, a questão da antecipação do nascer ou pôr do sol, habituais no final de novembro, não foi levantada na altura.

A medida de poupança energética começou a ser implementada esta semana, mas a comuna retomou o horário normal da iluminação pública na sexta-feira.

(Este artigo foi originalmente publicado no Luxemburger Wort e adaptado para o Contacto por Maria Monteiro.)

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.