Escolha as suas informações

Ao contrário de França, o Grão-Ducado não abdica das esplanadas de inverno
Luxemburgo 23.08.2020 Do nosso arquivo online

Ao contrário de França, o Grão-Ducado não abdica das esplanadas de inverno

Ao contrário de França, o Grão-Ducado não abdica das esplanadas de inverno

Foto: António Pires
Luxemburgo 23.08.2020 Do nosso arquivo online

Ao contrário de França, o Grão-Ducado não abdica das esplanadas de inverno

Até 2021, França pretende abolir as esplanadas aquecidas. Por cá "os estabelecimentos são livres de decidir".

Sem qualquer petição no horizonte, o Luxemburgo não pretende seguir o exemplo francês, que até 2021, decidiu proibir as esplanadas aquecidas. Citado pelo L'Essentiel, o ministério do Turismo esclarece que "o assunto não está a ser debatido" e que, nesse sentido, "a proibição do aquecimento exterior não está, atualmente, planeada". 

Reavivado pela decisão francesa, o assunto parece não ter muitos seguidores no país. "A cidade considera que as empresas do setor Horesca, como todas as outras, devem adoptar as medidas adequadas e fazer uma utilização racional da energia, em particular utilizando equipamento energeticamente eficiente para aquecimento, ar condicionado e iluminação", acrescenta o governo que prefere dar liberdade de escolha aos restaurantes e cafés. 

"Os estabelecimentos são livres de decidir se querem ou não aquecer os seus epaços para atrair clientes", diz a capital, acrescentando que "não está prevista qualquer proibição. Os residentes que gostam de desfrutar de uma bebida no exterior a meio do Inverno podem, portanto, ser tranquilizados. Os aquecedores de terraço continuarão a funcionar a plena capacidade durante a estação fria.

O debate está a ser reavivado depois da França ter decidido proibi-los até 2021. "O Ministro francês da Ecologia tinha justificado a proibição dizendo que "não se pode aquecer terraços a toda a velocidade no meio do Inverno só pelo prazer de beber o café enquanto está quente". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.