Escolha as suas informações

Angolanos querem consulado no Luxemburgo e votar nas eleições de Angola
Luxemburgo 18.10.2019

Angolanos querem consulado no Luxemburgo e votar nas eleições de Angola

Angolanos querem consulado no Luxemburgo e votar nas eleições de Angola

Foto de arquivo: Pierre Matgé/LW
Luxemburgo 18.10.2019

Angolanos querem consulado no Luxemburgo e votar nas eleições de Angola

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
A comunidade angolana no Luxemburgo tem "enormes expectativas" quanto ao primeiro encontro com o novo embaixador, Georges Chikoti, a ter lugar no sábado, na cidade do Luxemburgo. Representação consular no Grão-Ducado e direito de voto dos emigrantes são algumas das reivindicações que vão ser transmitidas ao embaixador.

Em declarações à Rádio Latina, o presidente da mais antiga associação angolana no Grão-Ducado, António Gomes Pinto, reconhece recentes melhorias no atendimento consular em Bruxelas e uma maior celeridade na emissão de documentos.

No entanto, aponta que há problemas ainda por resolver, a começar por uma representação consular no Grão-Ducado para atender os cerca de mil angolanos.

Outra reivindicação que o dirigente associativo e capitão na reserva da Força Aérea de Angola vai apresentar no encontro com o embaixador é o direito de voto da comunidade residente no estrangeiro nas eleições gerais, em que se escolhe o Presidente da República e a composição do Parlamento.

António Gomes Pinto, presidente da Associação de Amigos e Nacionais de Angola (AANA), a exigir o direito de voto dos emigrantes angolanos.

O encontro com Georges Chikoti, embaixador de Angola junto da Bélgica e Luxemburgo, está marcado para este sábado, entre as 16h30 e as 19h, no Centre Societaire (rue de Strasbourg, n° 29), na capital.


TOPSHOT - A wrestler poses on top of a truck overlooking a crowd attending an electoral meeting by Angolan President and The People's Movement for the Liberation of Angola President Jose Eduardo dos Santos and MPLA presidential Candidate Joao Lourenço in Luanda on August 19, 2017. / AFP PHOTO / MARCO LONGARI
40 anos de Independência : Emigrantes no Luxemburgo lamentam corrupção em Angola
Angola assinala esta quarta-feira 40 anos de independência. Os emigrantes angolanos ouvidos pelo CONTACTO lamentam a corrupção no país, e dizem-se “desiludidos” com a falta de cuidados básicos para a população.

No dia seguinte, domingo, será a vez de um encontro entre as mulheres angolanas e a embaixatriz, Alda Chikoti, no mesmo local, entre as 10h e as 12h.

A visita de Georges Chikoti acontece no âmbito das permanências consulares, no mesmo local, no sábado (das 9h às 16h) e no domingo (das 9h às 12h).

Georges Chikoti, tem residência oficial de embaixador em Bruxelas e também desempenha as funções de representante permanente junto da União Europeia.


Notícias relacionadas