Escolha as suas informações

Alerta. Calor vai fazer subir ozono para níveis perigosos para a saúde
Luxemburgo 2 min. 23.06.2019

Alerta. Calor vai fazer subir ozono para níveis perigosos para a saúde

Alerta. Calor vai fazer subir ozono para níveis perigosos para a saúde

Foto: Marc Wilwert
Luxemburgo 2 min. 23.06.2019

Alerta. Calor vai fazer subir ozono para níveis perigosos para a saúde

As altas temperaturas esperadas para hoje e para os próximos dias podem fazer subir a concentração de ozono para valores acima dos 180 microgramas por metro cúbico de ar (μg/m3), o limiar máximo a partir do qual há riscos para a saúde, alerta o Ministério do Ambiente do Luxemburgo.

O limiar europeu poderá vir a ser ultrapassado nos próximos dias, com temperaturas que deverão bater os 32 graus, prevê o boletim sobre a qualidade do ar emitido esta segunda-feira. O calor vai fazer aumentar a concentração de ozono, com os níveis a situarem-se entre os 180 na terça e os 200 μg/m3 na quarta-feira, dia em que os termómetros deverão chegar aos 37°, segundo as previsões do boletim da qualidade do ar.

Quando os níveis de concentração de ozono ultrapassam o limiar europeu, de 180 microgramas por metro cúbico de ar, é obrigatório informar a população. É que a exposição ao ozono, considerado um poluente, afeta as mucosas e o sistema respiratório, podendo provocar tosse, dores de cabeça, falta de ar e irritações oculares. Os altos níveis de concentração de ozono podem causar danos na saúde, em especial aos grupos mais sensíveis da população, designadamente idosos, crianças, alérgicos, asmáticos e indivíduos portadores de outras doenças respiratórias ou cardíacas.

A onda de calor que está a assolar o Luxemburgo é provocada por um anticiclone situado acima da Escandinávia, que envia massas de ar quente e seco em direção ao Grão-Ducado. Condições que fazem aumentar a formação de ozono e os riscos para a saúde.

Previsões para os próximos dias:

Segunda-feira - A temperatura máxima deverá atingir os 32° graus. A concentração de ozono deverá rondar os 140 a 160 μg/m3, "mas não está excluído que que [o máximo] seja ultrapassado", prevê o boletim sobre a qualidade do ar.

Terça-feira - O termómetro deverá continuar a subir até aos 35° graus. A concentração de ozono deverá situar-se entre 160 a 180 μg/m3, havendo o risco de o limite máximo ser ultrapassado.

Quarta-feira - Os raios UV vão continuar a incidir com intensidade no Luxemburgo, com a temperatura a atingir os 37° graus. "Por causa da acumulação de poluentes nos dias anteriores e vento muito fraco", as concentrações de ozono poderão atingir os 200  microgramas por metro cúbico de ar, alerta o Ministério do Ambiente.

A concentração de ozono pode ser consultada, com valores em tempo real, no site do Ministério do Ambiente.

Contacto


Notícias relacionadas

Onda de calor: Velocidade limitada a 90 km/h nas autoestradas
A velocidade máxima nas autoestradas do Luxemburgo foi hoje limitada a 90km/h, de acordo com o Automóvel Clube do Luxemburgo (ACL), de forma a reduzir os efeitos da poluição e da concentração do ozono que continua a subir devido ao calor dos últimos dias no país.