Escolha as suas informações

Agressão verbal a revisor lançou o caos nas ligações ferroviárias entre o Luxemburgo e França
Luxemburgo 03.01.2017 Do nosso arquivo online

Agressão verbal a revisor lançou o caos nas ligações ferroviárias entre o Luxemburgo e França

Agressão verbal a revisor lançou o caos nas ligações ferroviárias entre o Luxemburgo e França

Archives LW/Maurice Fick
Luxemburgo 03.01.2017 Do nosso arquivo online

Agressão verbal a revisor lançou o caos nas ligações ferroviárias entre o Luxemburgo e França

Pelo menos um revisor foi hoje ameaçado de morte na gare de Uckange, na região francesa da Lorena, a cerca de 40 quilómetros da cidade do Luxemburgo.

Pelo menos um revisor foi hoje ameaçado de morte na gare de Uckange, na região francesa da Lorena, a cerca de 40 quilómetros da cidade do Luxemburgo.

A situação fez com que os funcionários da SNCF parassem de trabalhar e levou à supressão de inúmeras ligações ferroviárias entre o Grão-Ducado e a França.

Após a agressão verbal a um revisor em Uckange, o tráfego de comboios entre o Luxemburgo e a França foi esta tarde interrompido.

O ataque verbal ocorreu por volta 15:00 desta terça-feira e alguns dos funcionários exerceram o 'direito de retirada', originando uma pequena greve que acabou por causar o caos no tráfego ferroviário entre os dois países.

De acordo com Marc Mathey, da SNCF, cerca das 17:00 já tinham sido cancelados cerca de “uma dúzia” de comboios.

Vários funcionários da SNCF terão sido agredidos verbalmente na estação de Uckange por um indivíduo que lhes dirigiu ameaças de morte.

"Alguns dos funcionários decidiram exercer o seu direito de retirada e parar de trabalhar por considerarem que havia risco para a integridade física", esclareceu Didier Wallerich, diretor de relações públicas e comunicações na SNCF.

Foram usados autocarros de substituição para tentar repor a normalidade causada pelo incidente.

Entretanto, já esta noite a SNCF anunciou que poucos comboios circularão esta quarta-feira de manhã no eixo Metz-Luxemburgo.

Por enquanto, a duração da greve não foi anunciada.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Entre Metz e Luxemburgo: Quase uma centena de ligações ferroviárias suprimidas
Um total de 96 ligações ferroviárias foram esta quarta-feira de manhã suprimidas entre Metz (França) e o Luxemburgo, devido ao direito de não trabalhar (‘droit de retrait’) de parte do pessoal da Société Nationale des Chemins de fer Français (SNCF). A greve afetou cerca de 20.000 passageiros que utilizam o comboio para se deslocarem entre as duas cidades.
D'ici la fin de l'année, une nouvelle convention sera signée entre la SNCF et la Région, Grand Est, pour l'organisation du TER. Les ennuis de cette dernière année ont dû peser.