Escolha as suas informações

Afinal, o túnel de Schieburg só vai reabrir no próximo ano
Luxemburgo 15.11.2022
Desabamento

Afinal, o túnel de Schieburg só vai reabrir no próximo ano

Desabamento

Afinal, o túnel de Schieburg só vai reabrir no próximo ano

Foto de arquivo: Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 15.11.2022
Desabamento

Afinal, o túnel de Schieburg só vai reabrir no próximo ano

Redação
Redação
A informação foi avançada por Henri Werdel, diretor de gestão de infraestruturas da CFL, em conferência de imprensa.

A linha do norte do Luxemburgo, que está parada desde o início de setembro na sequência do colapso do túnel de Schieburg, vai ficar encerrada durante oito meses e não três meses e meio, como havia sido anunciado anteriormente. 

"Se cumprirmos o calendário dos trabalhos e evitarmos o mau tempo de inverno, poderemos reabrir o túnel em meados de abril de 2023", admitiu o diretor de gestão de infraestruturas dos Caminhos-de-Ferro Luxemburgueses (CFL), em conferência de imprensa, esta manhã.


Túnel de Schieburg. "Quando o comboio desaparece, a aldeia parece que morre"
A circulação ferroviária no norte do Luxemburgo está cortada por causa do colapso parcial de um túnel perto de Kautenbach. Viagem pelas aldeias onde o comboio já não chega, para perceber como isso afeta a vida das pessoas.

Autocarros ligam Kautenbach e Clervaux 

Para isso, é preciso arranjar o buraco com "20 metros de altura, de largura e de comprimento", reconstruir o interior do túnel e reparar os carris e catenárias, numa intervenção dividida em oito fases. Estas "não podem ser efetuadas em paralelo, mas à vez e numa ordem específica", detalhou.

O túnel de Schieburg desabou a 27 de agosto e levou ao encerramento da circulação ferroviária entre Kautenbach e Clervaux, percurso que está a ser assegurado, neste momento, por autocarros de substituição.

Inicialmente, a reabertura estava prevista para 11 de dezembro, mas no mês passado, o ministro dos Transportes questionou a exequibilidade desta data. François Bausch veio quase de imediato retificar as suas declarações, dizendo que se tratou de um "mal-entendido" e que o prazo, afinal, se mantinha.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas