Escolha as suas informações

Aeroporto do Findel: Controlos nas fronteiras externas obrigatórios também para cidadãos da UE
Luxemburgo 07.04.2017

Aeroporto do Findel: Controlos nas fronteiras externas obrigatórios também para cidadãos da UE

Aeroporto do Findel: Controlos nas fronteiras externas obrigatórios também para cidadãos da UE

Luxemburgo 07.04.2017

Aeroporto do Findel: Controlos nas fronteiras externas obrigatórios também para cidadãos da UE

O Aeroporto do Luxemburgo começou hoje a apertar os controlos relacionados com os passaportes e as impressões digitais de todos os cidadãos que queiram viajar, incluindo as pessoas provenientes de países da União Europeia (UE).

O Aeroporto do Luxemburgo começou hoje a apertar os controlos relacionados com os passaportes e impressões digitais de todos os cidadãos que queiram viajar, incluindo as pessoas provenientes de países da União Europeia (UE).

Este reforço acontece no âmbito da entrada em vigor dos controlos sistemáticos a todos os cidadãos que usem o espaço Schengen, onde há livre circulação de pessoas.

O ministro luxemburguês dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, explicou esta manhã, em sede de comissão parlamentar, que os dados dos passageiros serão gravados no Sistema de Informação Schengen (SIS) e enviados depois para a Interpol.

A alteração à lei na sequência dos ataques terroristas em Paris

Os Estados-membros da União Europeia são desde hoje obrigados a proceder a controlos sistemáticos de todas as pessoas que atravessam as fronteiras externas do espaço comunitário, incluindo os cidadãos da União Europeia.

A medida entra em vigor precisamente um mês depois de o Conselho da UE ter adotado formalmente a alteração ao Código de Fronteiras Schengen.

A alteração à lei, proposta pela Comissão Europeia na sequência dos ataques terroristas em Paris em novembro de 2015, visa sobretudo combater o fenómeno dos chamados “combatentes estrangeiros” e é aplicável a todas as fronteiras externas áreas, marítimas e terrestres, tanto à entrada como à saída do espaço da União.

O chefe da diplomacia luxemburguesa adiantou ainda que o novo aparelho utilizado na operação de controlo no aeroporto luxemburguês do Findel custou cerca de um milhão de euros.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Paris/Atentados : UE decide reforçar controlo nas fronteiras Schengen
Os países europeus decidiram hoje reforçar imediatamente o controlo de todos os viajantes, incluindo da União Europeia, nas fronteiras externas da área de livre circulação Schengen, na sequência dos atentados de Paris, segundo fontes europeias citadas por agências internacionais.
This photo shows the Swiss customs post in Koblenz, Switzerland, on the Swiss-German border, on December 10, 2008. The EU has given the green light for Switzerland to join the border-free Schengen zone covering 24 countries on the continent. As of December, 12 systematic checks on individuals will be abolished and cooperation will be increased in the fight against cross-border crime. While terrestrial borders will no longer have passport control points, goods traffic will still be subject to regular customs searches.  AFP PHOTO / NICHOLAS RATZENBOECK
Trinta anos de Schengen e de Europa sem fronteiras
O Acordo Schengen, que aboliu algumas fronteiras internas na Europa, foi assinado há 30 anos, no Luxemburgo. Esta manhã foram muitas as personalidades do Grão-Ducado e da Europa que assinalaram a data na pequena localidade do Grão-Ducado.