Escolha as suas informações

“A penúria da habitação é um problema histórico”
Luxemburgo 2 min. 08.03.2017 Do nosso arquivo online
Entrevista com o ministro Marc Hansen

“A penúria da habitação é um problema histórico”

Marc Hansen é ministro da Habitação desde dezembro de 2015.
Entrevista com o ministro Marc Hansen

“A penúria da habitação é um problema histórico”

Marc Hansen é ministro da Habitação desde dezembro de 2015.
Foto: Chris Karaba
Luxemburgo 2 min. 08.03.2017 Do nosso arquivo online
Entrevista com o ministro Marc Hansen

“A penúria da habitação é um problema histórico”

Em entrevista ao Contacto, o ministro da Habitação, Marc Hansen, fala sobre a penúria da habitação no país, um problema que diz ser “histórico“, sobre a subida dos preços do imobiliário, e das respostas que o Governo tem estado a dar a esses problemas como, por exemplo, construir mais habitação social e a multiplicação das ajudas estatais ao alojamento.

Marc Hansen é ministro da Habitação desde dezembro de 2015, tendo substituído Maggy Nagel quando esta se demitiu. Ao Contacto, Marc Hansen fala sobre a penúria da habitação no país, um problema que diz ser “histórico“, sobre a subida dos preços do imobiliário, e das respostas que o Governo tem estado a dar como, por exemplo, construir mais habitação social e a multiplicação das ajudas estatais ao alojamento. E convida os cidadãos a participarem nas conferências públicas que tem estado a organizar sobre esta problemática.

Quais são as questões mais frequentes do público nas conferências sobre habitação que tem andado a fazer pelo país?

Há um pouco de tudo. Antes das conferências, reuni com os atores sociais, a Ordem dos Arquitetos, a Câmara das Profissões, os empresários, a Federação dos Artesãos, para ter as mais diversas opiniões neste assunto. E apercebi-me que mesmo aqueles que deviam ter conhecimento dos subsídios estatais que existem, não estão bem informados. Há muita gente que vem às conferências para saber como encontrar casa, se na sua região existem casas sociais, querem conhecer os critérios para obter casa, sugerem ajustamentos aos critérios. Mas também vêm muitos proprietários. Eu não estou sozinho a responder às dúvidas, estão lá as agências sociais de habitação, funcionários das comunas, que até têm ajudado as pessoas nos seus casos pessoais. É importante ter um ’feedback’ do cidadão, que tem opiniões diferentes das dos meus conselheiros no ministério. Ainda vai haver duas conferências*, convido todos a vir apresentar as suas dúvidas e problemas.

Em 2016, 51% dos residentes dizia que a sua grande preocupação era a habitação. Em 2005, 3,8% da população tinha um orçamento sobrecarregado com o alojamento, em 2014 o valor subiu para 6,8%. Um casal com dois filhos precisa de 1.500 euros para arrendar uma casa. Há uma lista de espera de cinco anos para um alojamento social... Como reage a estes números?

Uma resposta para lutar contra esses números foi a introdução do subsídio de renda em 2016. É um montante que varia entre 125 e 270 euros por mês, dependendo dos rendimentos. Acho que já é um montante consequente. Há uma calculadora online (no site logement.lu) para se saber a quanto tem direito cada pessoa ou família. Depois de um ano, apenas demos apenas pouco mais de mil subsídios... Agora é verdade que temos um problema, não temos habitações sociais suficientes para arrendar. Como sabemos isso, introduzimos esta ajuda, para que as pessoas com baixos rendimentos, que não conseguem aceder a uma habitação social, possam arrendar junto de um privado, enquanto estão em lista de espera. Inicialmente, tinhamos previsto um envelope de 29 milhões de euros para este subsídio...

José Luís Correia

(a entrevista pode ser lida na íntegra na edição desta semana do Contacto)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Xavier Bettel ainda está a pôr a gravata quando recebe as jornalistas do Contacto. A porta do gabinete do primeiro-ministro abre-se para revelar uma sala forrada com arte pop e paredes cheias de cor. Modernizar o país foi a aposta do seu Governo de coligação. A cinco meses das eleições legislativas, Xavier Bettel faz o balanço da legislatura iniciada em dezembro de 2013.
Xavier Bettel.
O Governo luxemburguês recebeu até ao momento 3.800 pedidos de ajuda no âmbito do ‘novo’ subsídio de renda, que entrou em vigor no início do ano corrente, revelou hoje o ministro da Habitação, Marc Hansen.
19.000 Haushalte könnten in den Genuss des staatlichen Mietzuschusses kommen. Die Maßnahme kostet den Staat jährlich 20 Millionen Euro.