Escolha as suas informações

A doença silenciosa que pode levar ao suicídio
Luxemburgo 24.01.2020 Do nosso arquivo online

A doença silenciosa que pode levar ao suicídio

dr

A doença silenciosa que pode levar ao suicídio

dr
Luxemburgo 24.01.2020 Do nosso arquivo online

A doença silenciosa que pode levar ao suicídio

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A depressão pode conduzir ao mais trágico desfecho: o suicídio.

 Só em 2017, 66 pessoas abdicaram da própria vida no Luxemburgo. Destas, 70% estariam a passar por um episódio depressivo, segundo apontam as estimativas.

“A depressão é o distúrbio mental mais frequentemente associado ao ato, também por causa da frequência da depressão (uma mulher em cada quatro e um homem em cada oito experimentará pelo menos um episódio depressivo ao longo da sua vida)”, explica Barbara Bucki, do Serviço de Informação e Prevenção da Ligue Luxembourgeoise d’Hygiène Mentale (LLHM), que possuem um serviço específico de prevenção ao suicídio.

Por outro lado, nem todos os que passam por um episódio depressivo “irão necessariamente tentar colocar termo à vida”. Portanto, não se pode simplificar, e dizer que a depressão é a principal causa. Mas é um fator de risco importante”, frisa esta psicóloga. Além de que, a taxa de tentativas de suicídio é 10 a 20 vezes superior à da deste ato concretizado.

Os homens são quem mais tenta acabar com a própria vida. As mortes por suicídio afetam em média três homens para cada uma das mulheres.

Como a depressão, as causas do suicídio são várias. E complexas. “É o resultado de uma combinação de fatores de risco que, num determinado momento faz com que a pessoa se afunde numa crise” esclarece Barbara Bucki. 


Notícias relacionadas