Escolha as suas informações

500 mil litros de cerveja para ajudar negócio no Luxemburgo
Luxemburgo 01.06.2020

500 mil litros de cerveja para ajudar negócio no Luxemburgo

500 mil litros de cerveja para ajudar negócio no Luxemburgo

Foto: Pixabay
Luxemburgo 01.06.2020

500 mil litros de cerveja para ajudar negócio no Luxemburgo

Anne-Sophie de Nanteuil
Anne-Sophie de Nanteuil
Segundo a National Brewery, os barris oferecidos são equivalentes a auxílios de cerca de cinco milhões de euros.

No dia seguinte à reabertura das esplanadas, a National Brewery decidiu fazer uma atenção aos seus clientes do setor da restauração.

A empresa anunciou que doaria 10 mil barris de cerveja aos seus clientes, ou seja, o equivalente a cerca de 500 mil litros. "Um subsídio de cinco milhões de euros", diz o grupo, que afirma "querer apoiar o reinício" do setor. 

Um apoio importante que chega após a retomada da atividade de cafés e restaurantes com terraço. Os cerca de dois mil clientes e revendedores de cerveja vão receber a sua parte "durante o mês de julho", adianta a empresa. 

O grupo não pretende ficar por aqui. Está prevista a limpeza e desinfecção, sem nenhum custo, de cerca de 4.750 tubos de cervejarias por todo o Grão-Ducado. Uma operação essencial para permitir que os clientes possem beber sem correrem risco de saúde, devido aos riscos de proliferação bacteriana associados à inatividade. 

Após dois meses de portas fechadas, Frédéric de Radiguès, diretor da Munhowen, subsidiária comercial da National Brewery, também estima que os stocks de cerveja fora de prazo em estabelecimentos fornecidos no país ronde cerca de 10%. 

Ao contrário do que possa parecer, esse gesto de solidariedade não é completamente desinteressado. Em comunicado, o grupo que produz as cervejas Bofferding e Battin espera garantir "qualidade para suas cervejas desde a abertura dos pontos de venda". Em outras palavras, manter a imagem de marca junto aos clientes. 

Não é a primeira vez que a cervejaria luxemburguesa ajuda o setor. No início de abril, a empresa, que tem um faturamento de quase 80 milhões de euros por ano, comprometeu-se a prestar assistência financeira às cafeteiras. 

Artigo original publicado na versão alemã do Luxemburger Wort. Tradução e Edição de Ana Patrícia Cardoso 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.