Escolha as suas informações

34 casos de pornografia infantil no Luxemburgo

34 casos de pornografia infantil no Luxemburgo

Foto ilustrativa: Shutterstock
Luxemburgo 10.09.2018

34 casos de pornografia infantil no Luxemburgo

Vanessa CASTANHEIRA
Em resposta parlamentar, o ministro da Justiça Félix Braz confirmou que há 34 casos em tribunal por posse de pornografia infantil no Luxemburgo.

Há 34 casos de posse de pornografia infantil a decorrer e não são conhecidos casos de sexo virtual com menores, segundo a resposta do ministro Félix Braz à questão parlamentar levantada pela deputada do CSV Nancy Arendt.

A dúvida parlamentar surgiu após a polícia luxemburguesa avançar que os casos de pornografia infantil tinham aumentado em 2017, no Luxemburgo, e o ministério da Justiça e da Defesa e da Segurança Interna garantirem que não havia casos de sexo virtual com menores.

Na resposta, o ministro da Justiça Félix Braz garantiu que as autoridades luxemburguesas trabalham em conjunto com a Interpol e Europol e que não há registo de casos de cybersex. Os casos que estão sob investigação e a decorrer em tribunal são de posse de pornografia infantil.

O ministro lusodescendente ainda esclarece que por cybersex infantil entende-se o acesso a páginas em que existe um contacto em tempo real e através de câmara com menores.

Os 34 casos remetem para a posse de pornografia infantil, em que os suspeitos detêm conteúdos pornográficos (filmes ou fotografias) com menores.

O ministro sublinha que todos os casos estão em processo de investigação e que não podem ser revelados pormenores.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.