Vacinados ou testados sem 'risco zero' de infeção
Radio Latina 18.11.2021
Covid-19

Vacinados ou testados sem 'risco zero' de infeção

Paulette Lenert e Jean-Claude Schmit.
Covid-19

Vacinados ou testados sem 'risco zero' de infeção

Paulette Lenert e Jean-Claude Schmit.
Foto: Guy Jallay
Radio Latina 18.11.2021
Covid-19

Vacinados ou testados sem 'risco zero' de infeção

O Diretor da Saúde esclarece que nem num caso nem no outro há proteção total.

Sente-se mais protegido ao lado de uma pessoa vacinada ou de um não vacinado com rastreio negativo à covid-19? A Rádio Latina fez a pergunta aos responsáveis da Saúde?

O Diretor da Saúde, Jean-Claude Schmit, responde que nem num caso nem no outro há proteção total. Os vacinados continuam expostos ao novo coronavírus mas correm menos riscos de desenvolver sintomas graves da doença. No caso dos não vacinados com resultado negativo a um teste PCR, o Diretor da Saúde lembra que a taxa de erro é de 20%.

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, concorda com o médico e acrescenta que não “há seguro todos os riscos”, fazendo uma alusão ao CASCO que é o seguro automóvel com mais cobertura de danos materiais no Luxemburgo.

Apesar de não haver garantias de proteção total, o Governo não tenciona, pelo menos para já, reintroduzir a testagem em massa ou autorizar os autotestes de despistagem. O objetivo continua a ser o mesmo: aumentar a taxa de vacinação.

Manuela Pereira

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas