Uso fraudulento do CovidCheck em eventos públicos no Luxemburgo
Radio Latina 20.09.2021
Covid-19

Uso fraudulento do CovidCheck em eventos públicos no Luxemburgo

Covid-19

Uso fraudulento do CovidCheck em eventos públicos no Luxemburgo

Foto: John Schmit
Radio Latina 20.09.2021
Covid-19

Uso fraudulento do CovidCheck em eventos públicos no Luxemburgo

Rádio Latina testemunhou vários casos na feira popular "Fun um Glacis", em Limpertsberg. Ministério da Saúde desconhece casos, mas admite entraves por causa da lei da proteção de dados.

Haverá quem 'empreste' o certificado CovidCheck para permitir o acesso a eventos públicos a quem não o tem? A resposta é "sim". A Rádio Latina testemunhou vários casos de uso fraudulento do passe sanitário digital na feira popular "Fun um Glacis", em Limpertsberg.

O sistema é fácil e parece ser uma prática muito comum. Os jovens trocam entre si o código QR por telemóvel para entrar na zona de restauração da feira. Um certificado, sempre o mesmo, serve assim de livre acesso a vários jovens. Estas mesmas pessoas poderiam realizar um autoteste de despistagem à covid-19 - gratuito no local -mas preferiram assim usar o CovidCheck dos amigos.

Contactado pelo Rádio Latina, o Ministério da Saúde diz desconhecer tais práticas, sublinhando que ao abrigo da lei da proteção de dados, os agentes de segurança de empresas privadas não podem pedir um documento de identificação aos residentes. Na prática, assim não é possível saber se o detentor do certificado CovidCheck é realmente a pessoa que o apresenta. O mesmo sistema fraudulento poderá acontecer noutros eventos como concertos, festivais, idas ao cinema, etc. 


Não se esqueça de atualizar a aplicação CovidCheck
A aplicação móvel CovidCheck deve ser “atualizada regularmente”.

Na resposta, o Ministério da Saúde acrescenta que cabe aos organizadores de eventos com recurso ao CovidCheck garantir a segurança. O CovidCheck é um certificado digital, ou em papel, de vacinação completa, ou recuperação da doença ou ainda o resultado de rastreio negativo à covid-19. Neste último caso são válidos os testes PCR e os de antigénio. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas