Uma árvore de Natal que se aluga e que depois volta à terra
Radio Latina 25.11.2022
Ambiente

Uma árvore de Natal que se aluga e que depois volta à terra

Ambiente

Uma árvore de Natal que se aluga e que depois volta à terra

Foto: dpa
Radio Latina 25.11.2022
Ambiente

Uma árvore de Natal que se aluga e que depois volta à terra

É um serviço da empresa Bamschoul Becker, que arranca este sábado.

É natural, é entregue em casa e, depois de servir de decoração, volta à terra. A empresa de jardinagem Bamschoul Becker, em Steinsel, começa este sábado o seu serviço de aluguer de árvores de Natal naturais, uma ideia prática e (mais) ecológica.

Basta comparecer no local, escolher a árvore e pagar. A Bamschoul Becker trata do transporte. E, em função da preferência do cliente, pode deixá-la em frente ou atrás de casa, no seu interior, seja no rés do chão ou no terceiro andar, como referiu à Rádio Latina o jardineiro e paisagista Alden Jahsavic.

A árvore é entregue num vaso e tem de ser regada. Terminada a época festiva, a Bamschoul Becker vem buscá-la entre dias 9 e 20 de janeiro, para lhe dar toda a atenção e tratamentos necessários para que possa voltar a ser alugada no ano seguinte. Após “dois ou três alugueres”, a árvore é replantada na natureza. Jahsavic diz que o objetivo é permitir que o pinheiro seja usado como árvore de Natal pelas pessoas, mas que possa depois ser devolvido à floresta, “o lugar onde deve estar”.

O preço do serviço varia entre os 80 e os 150 euros, consoante a dimensão da árvore, que pode oscilar entre 1,20 e 2 metros de altura. O responsável frisa que, se a a árvore for maior do que isso, menos probabilidades tem de sobreviver.

O projeto de aluguer de árvores de Natal arrancou há três décadas e continua a atrair adeptos. A cada ano que passa, a Bamshoul ganha cerca de uma centena de novos clientes.

No ano passado, a Bamschoul alugou 1.152 árvores. Este ano prevê ter novamente cerca de 1.200 para o efeito.

Artigo: Diana Alves | Foto: DPA


Notícias relacionadas

Pinheiro artificial ou natural?

Radio Latina por Susy MARTINS 05.12.2019