Um terço da população não conhece sintomas do cancro
Radio Latina 10 min. 21.11.2022
Atualidade em síntese 21 NOV 2022

Um terço da população não conhece sintomas do cancro

Atualidade em síntese 21 NOV 2022

Um terço da população não conhece sintomas do cancro

Radio Latina 10 min. 21.11.2022
Atualidade em síntese 21 NOV 2022

Um terço da população não conhece sintomas do cancro

Um terço da população não consegue citar um sintoma ligado ao cancro. Esta é a conclusão de uma sondagem realizada pelo instituto TNS Ilres, a pedido da Fundação Cancro. Há cinco anos, era o caso para um quinto dos sondados. Ou seja, há uma evolução negativa.

Para a Fundação Cancro este resultado é assustador, uma vez que a falta de informação prejudica a prevenção. Sem conhecimento sobre os sintomas do cancro alguém que tenha contraído a doença não irá consultar um médico e a deteção precoce do cancro é uma das chaves para a cura.

A sondagem revela ainda que 46% das pessoas acredita que o cancro é hereditário. A fundação explica que fatores hereditários podem aumentar o risco de desenvolver um cancro, mas estima-se que esse fator intervenha apenas em 5 a 10% dos casos. Por outro lado, 25% da população, maioritariamente mulheres, está acredita que não há forma de prevenir o cancro. O que está obviamente errado.

A sondagem dá ainda conta de que, embora a maioria dos inquiridos tenha consciência que o tabaco e o álcool são produtos cancerígenos, muitos são os que acham que os fatores ambientais são mais perigosos. Mais de metade dos sondados estimam erradamente que a poluição é pior que o consumo de álcool e que a qualidade do ar nas cidades é tão perigosa como o fumo do tabaco.


Desemprego jovem em alta

Há mais de 13 mil vagas de emprego por preencher no Luxemburgo. Este é o número de ofertas [de emprego] que a ADEM tem atualmente disponíveis.

Só no mês passado, os empregadores declararam mais de 3.200 vagas de emprego. Trata-se de um aumento de 16% em apenas um mês, ou seja comparando com setembro.

O número de desempregados está em alta, no Luxemburgo. Mais de 500 pessoas, sobretudo jovens com menos de 30 anos, inscreveram-se nos centros de emprego no mês passado. O número de desempregados sobe assim para perto de 14.700. A taxa de desemprego é de 4,9%.


Setor da alimentação e da distribuição também tem um plano de poupança energética

O setor da alimentação e da distribuição quer contribuir para a redução do consumo energético. Em causa está o apoio ao Governo para o país cumprir a meta de redução de 15% de consumo de energia no inverno.

Para isso a Federação da Alimentação e da Distribuição (FLAD) elaborou, com os seus membros, várias recomendações. Uma das medidas apela a que os centros comerciais e lojas apaguem as luzes exteriores entre as 22h00 e às 6h00. De uma forma geral, a iluminação de rua deve ser limitada ao mínimo.

Outra recomendação é que o aquecimento nas lojas deve ser diminuído a 20 graus. A federação apela ainda que não sejam aquecidos os locais que não acolhem regularmente clientes ou trabalhadores.

Para além deste plano de sobriedade energética foi ainda elaborado um guia de boas práticas com todas as recomendações de poupança de energia no local de trabalho, que deverá sensibilizar as pessoas que trabalham no setor.

A Federação da Alimentação e da Distribuição representa cerca de 10 mil trabalhadores.


Um em cada três portugueses com baixo rendimento diz viver em habitações sem condições

Cerca de 30% das famílias portuguesas e lusodescendentes com baixos rendimentos dizem viver em habitações em mau estado. Os dados foram revelados ao Contacto pelo Statec.

Se olharmos para a totalidade deste grupo, tendo em conta todas as famílias, em todas as classes de rendimento, um quarto diz viver em casas sem condições. Um valor muito superior ao registado ente os luxemburgueses em que apenas 11% diz estar numa habitação em mau estado.

Consideram-se nestes casos, casas ou apartamentos com infiltrações nos telhados, paredes com humidade ou com pavimentos, fundações ou janelas em mau estado. Os números indicam que em média 15% dos residentes no Luxemburgo dizem viver em habitações sem condições.


Curso de primeiros socorros para tirar carta de condução?

O site do Parlamento colocou onze novas petições públicas online, que nas próximas seis semanas podem ser assinadas, afim que possa haver um debate público, caso atinjam as 4.500 assinaturas.

Um dos documentos reivindica que se torne obrigatório a frequentação de um curso de primeiros socorros, caso se queira tirar a carta de condução. Segundo o peticionário esta medida poderia salvar vidas, uma vez que em caso de acidente as pessoas saberiam o que fazer.

Outra das petições reivindica a diminuição das rendas. Para a peticionária Catarina Rodrigues para muitas pessoas é difícil arrendar alojamento. Se houvesse um limite no preço das rendas e se as despesas de agência imobiliária fossem pagas pelos proprietários, seria mais fácil encontrar uma habitação com um aluguer razoável. As petições públicas podem ser assinadas até 29 de dezembro.


Hollerich. Radares-semáforo começam a funcionar a 1 de dezembro

Os três radares-semáforo em Hollerich vão começar a funcionar em pleno a partir do dia 1 de dezembro. Estes equipamentos vão controlar a velocidade e o respeito pelo sinal vermelho nesta movimentada zona de acesso ao centro da capital e à autoestrada A4.

Instalados entre a route d’ Esch e a autoestrada A4, estes radares possuem sensores que disparam quando detetam uma velocidade superior aos 50 km/h. Incluem também uma câmara fotográfica que tira uma foto aos automóveis que não respeitam os sinais vermelhos.

Estes radares estiveram em fase de testes em maio, e a partir do dia 1 de dezembro vão mesmo entrar em ação.


Gasóleo vai ficar mais barato

O preço do gasóleo vai baixar cerca de 4 cêntimos.

A partir da meia-noite, este combustível vai passar a custar 1,69 euros por litro.


Secretário de Estado da Digitalização português esteve no Luxemburgo

O Secretário de Estado da Digitalização e da Modernização Administrativa, Mário Campolargo, esteve na semana passada (18 de novembro) no Luxemburgo, onde se reuniu com o Ministro Delegado para a Digitalização, Marc Hansen.

Os dois governantes chegaram a acordo no sentido de selecionar alguns tópicos para desenvolvimento comum de boas práticas com vista à assinatura de um memorando de entendimento sobre os domínios a trabalhar em conjunto.

Marc Hansen apresentou ainda vários projetos do ministério, nomeadamente o serviço de mensagens instantâneas “Luxchat”. Este serviço de mensagens do Grão-Ducado será lançado nos próximos meses e para já estará apenas disponível para os funcionários do Estado.


COP27. Ministra do Ambiente esperava melhores resultados 

A ministra do Ambiente, Joëlle Welfring, faz um balanço mitigado da conferência climática da ONU, que teve lugar em Sharm-El-Sheikh, no Egito. Se por um lado, saúda a criação de um fundo de compensações aos países mais vulneráveis por perdas e danos causados pelas alterações climáticas cuja origem se deve sobretudo às nações mais desenvolvidas.

Por outro, a ministra lamenta que não se tenha chegado a consenso para partilhar esforços mais acentuados para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, nomeadamente através da abolição progressiva dos combustíveis fósseis. Esta era uma proposta da União Europeia que os países mais poluidores não validaram.

Joëlle Welfring defende que é preciso continuar os esforços e as discussões na próxima conferência da ONU sobre o clima para, segundo diz, evitar consequências graves.


 
Luxemburgo, China e outros parceiros financiam hospital em Cabo Verde

O Luxemburgo vai financiar a construção da unidade de cuidados intensivos do hospital Baptista de Sousa, na ilha de São Vicente, em Cabo Verde. Segundo a imprensa do arquipélago, o Grão-Ducado vai ainda financiar um centro de simulação médica e um centro técnico de manutenção de equipamentos no mesmo hospital, num valor total de um milhão de euros.

No mesmo centro hospitalar, a China vai construir uma maternidade e uma pediatria, orçadas em 12,3 milhões de euros. Também o Japão vai financiar a reestruturação da rede de telemedicina de Cabo Verde, no valor de 2,1 milhões de euros.

Além da área da saúde, a cooperação luxemburguesa vai ainda financiar o projeto de reforço de água, saneamento, governança e ação climática, no valor de 4,9 milhões de euros.

Também o Grupo de Apoio ao Orçamento de Cabo Verde, que integra a União Europeia, Luxemburgo, Portugal, Espanha, Banco Mundial e Banco Africano de Desenvolvimento, disponibilizou no passado sábado 68 milhões de dólares a Cabo Verde para financiar o Orçamento de Estado em 2023.


Sobe para 56 o número de mortos em sismo na Indonésia

Pelo menos 56 pessoas morreram e centenas ficaram feridas esta segunda-feira num terramoto de magnitude 5,6 na escala de Richter na província de Java Ocidental, segundo os dados mais recentes anunciados pelas autoridades da Indonésia.

Entre o caos, com medo de deslizamentos de terra e vítimas presas nos escombros, as autoridades esperam que o número de mortos aumente com o passar das horas.

Há ainda relatos de cerca de 700 pessoas feridas.


Ataques a central nuclear de Zaporíjia foram "deliberados"

O chefe da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, considera que os ataques à central nuclear ucraniana em Zaporíjia foram "absolutamente deliberados, direcionados" e classificou a situação como "extremamente grave".

"Uma boa dúzia de ataques" atingiu a central, segundo Grossi, que, sem atribuir responsabilidade às forças russas ou ucranianas, ficou indignado por haver quem considere uma central nuclear “um alvo militar legítimo", afirmou numa entrevista ao canal de televisão francês BFMTV.

A Rússia e a Ucrânia trocaram acusações sobre a autoria dos ataques. A Agência Internacional de Energia Atómica, que tem dois inspetores na central, está a efetuar uma avaliação dos danos provocados pelos ataques. O balanço deverá ser apresentado esta manha.


Mundial2022. CR7 acredita na conquista do troféu

Cristiano Ronaldo tem o “feeling” de que Portugal pode ser campeão do mundo de futebol no Catar. O capitão da formação das ‘quinas’ disse hoje ter um “feeling” de que a seleção portuguesa pode vencer esta competição.

Na conferência de imprensa, Cristiano Ronaldo confiou aos jornalistas presentes no centro de treinos de Doha, que é “um sonho” vencer um Mundial. E, garante que Portugal está no Catar com esse objetivo em mente.

É o que todos os portugueses desejam. Portugal estreia-se diante do Gana na quinta-feira. Hoje realiza o terceiro treino no Catar, com o selecionador Fernando Santos a contar com todos os convocados.


Mundial2022: Catar é o primeiro anfitrião a perder na estreia

O Catar tornou-se ontem o primeiro anfitrião a perder o seu encontro de estreia no ‘seu’ Campeonato do Mundo de futebol, ao cair por 2-0 na receção ao Equador, no encontro de abertura da edição de 2022.

Até agora, nas anteriores 21 edições, os 22 organizadores - tendo em conta que foram dois em 2002 (Coreia do Sul e Japão) - somavam 16 vitórias e seis empates.

Desta vez, o Catar, único estreante na edição de 2022, fez pior, ao sair derrotado, sendo que, ainda que pelas piores razões, entrou na história dos Mundiais.


Futebol. Seleção do Luxemburgo empata com a Bulgária

A seleção de futebol do Luxemburgo empatou 0-0 com a Bulgária em jogo particular, disputado no Estádio do Luxemburgo, em Kockelscheuer. Tratou-se de uma partida de preparação para o Euro2024.

O Luxemburgo faz parte do Grupo J de qualificação para o campeonato europeu de 2024. O primeiro jogo ‘a contar’ será contra Portugal, no dia 26 de março de 2023, em solo luxemburguês. Fazem ainda parte do grupo o Liechtenstein, a Islândia, a Eslováquia e a Bósnia Herzegovina.


Benfica entra a vencer na Taça da Liga frente ao Estrela da Amadora

O Benfica venceu ontem no terreno do Estrela da Amadora, por 3-2, em Leiria, no seu primeiro jogo na Taça da Liga de futebol, igualando o Moreirense na liderança do Grupo C.

O Paços de Ferreira e o Casa Pia empataram ontem 1-1, na primeira jornada do Grupo D da Taça da Liga, num jogo em que o Paços, sem qualquer vitória na temporada, desperdiçou uma grande penalidade.

Redação Latina LUSA |Foto: Shutterstock


Notícias relacionadas

Pour le responsable du réseau RGTR, «cette situation est tout simplement inacceptable»
Les prix des logements connaissent une hausse croissante depuis 2015 en Europe.
In seiner Erklärung zur Lage des Landes betont Premier Xavier Bettel (DP) immerzu, dass seine Regierung Verantwortung übernommen hat - und weiter übernimmt, um den Krisen zu trotzen.