Sondagem. Maioria governamental mais popular entre os eleitores
Radio Latina 04.12.2020 Do nosso arquivo online

Sondagem. Maioria governamental mais popular entre os eleitores

Sondagem. Maioria governamental mais popular entre os eleitores

Foto: Gerry Huberty
Radio Latina 04.12.2020 Do nosso arquivo online

Sondagem. Maioria governamental mais popular entre os eleitores

O grandes vencedores desta sondagem são os socialistas (LSAP) que obtêm 19,8% das intenções de votos, ou seja mais dois assentos parlamentares. A ministra da Saúde, Paulette Lenert, recentemente eleita a personalidade política mais popular do Luxemburgo, parece ter arrecadado mais eleitores a favor do seu partido.

Se houvesse eleições legislativas no Luxemburgo no próximo domingo, a atual coligação governamental voltaria a ‘cantar vitória’. 

É o que revela uma sondagem Politmonitor, realizada no mês de novembro pelo TNS Ilres, a pedido do Luxemburger Wort e da RTL.

Os grandes vencedores desta sondagem são os socialistas (LSAP) que obtêm 19,8% das intenções de votos, ou seja mais dois assentos parlamentares. A ministra da Saúde, Paulette Lenert, recentemente eleita a personalidade política mais popular do Luxemburgo, parece ter arrecadado mais eleitores a favor do seu partido.

O Partido Democrático (DP), do primeiro-ministro, Xavier Bettel, até agora o partido mais votado na coligação, angaria 19,9% dos votos, ou seja os socialistas conseguiram nesta sondagem igualar praticamente o resultado das intenções de voto.

No entanto, os Verdes não conseguiram tirar partido da gestão da crise sanitária, que é qualificada de positiva pelos eleitores. De facto o partido ecologista perde 1,9% das intenções de voto em comparação com a mesma sondagem realizada no mês de junho deste ano.

Do lado da oposição, embora o Partido Cristão Social (CSV) continue a ser a principal forca política do país, com 25,7% das intenções de voto, perdeu 1,8% relativamente ao mês de junho. Nas últimas eleições legislativas de outubro de 2018, o CSV obteve 28,9% dos votos.

Feitas as contas, os três partidos da atual coligação somariam 34 assentos, mais três do que atualmente. 

Quanto à bancada da oposição, a sondagem mostra que o Partido Cristão Social (CSV) continuaria a ser o partido mais votado, conquistando 17 lugares no Parlamento, mas menos quatro do que em 2018.

Já o ADR ganharia um deputado, ao passo que o déi Lénk e o Partido Pirata manteriam os dois deputados.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas