Sinead O' Connor arrepende-se de ter dito que estava "farta de gente branca"
Radio Latina 10.09.2019

Sinead O' Connor arrepende-se de ter dito que estava "farta de gente branca"

Sinead O' Connor arrepende-se de ter dito que estava "farta de gente branca"

Foto: AFP
Radio Latina 10.09.2019

Sinead O' Connor arrepende-se de ter dito que estava "farta de gente branca"

As afirmações foram causadas "pela islamofobia que me despejaram em cima".

Sinead O' Connor tem tido um período difícil na vida. Com a carreira estagnada e problemas mentais que a levaram a contemplar o suicídio, a cantora fez uma pausa depois de se converter ao islamismo e ter feito alguns comentários controversos.  

Em novembro de 2018, Sinead, que agora se chama Shuhada' Davitt, recorreu ao Twitter para afirmar que nunca mais queria "passar tempo com gente branca". 

"O que vou dizer é algo tão racista que nunca pensei que a minha alma o pudesse sentir. Mas na verdade eu nunca mais quero passar tempo com pessoas brancas novamente (se é assim que os não-muçulmanos são chamados). Nem por um momento, por qualquer razão. Eles são nojentos". 


Quase um ano depois, a intérprete de 51 anos, que conheceu a fama nos anos 1990 com o tema  “Nothing Compares 2 U”, veio pedir desculpa publicamente pelo dito na altura. 

"Sobre as declarações que fiz quando estava zangada, envolvendo gente branca... Peço desculpa pelo mal que causei. Deus sabe que foi um de muitos tweets malucos".  

A cantora apareceu pela primeira vez em algum tempo, no programa irlandês "Late Late Show" e afirmou que continua certa da escolha que tomou. "Eu li o capítulo dois do Qu'ran e percebi que estou em casa, e que fui muçulmana toda a minha vida".