Robert Downey Jr. quer ajudar a limpar o planeta
Radio Latina 13.06.2019

Robert Downey Jr. quer ajudar a limpar o planeta

Robert Downey Jr. quer ajudar a limpar o planeta

Foto: AFP
Radio Latina 13.06.2019

Robert Downey Jr. quer ajudar a limpar o planeta

Iniciativa do ator e produtor vai utilizar tecnologias avançadas em benefício do planeta.

O ator Robert Downey Jr., que se despediu recentemente da sua personagem mais marcante, Tony Stak (ou o Homem de Ferro) no filme "Avengers: Endgame", divulgou recentemente a criação de uma organização dedicada à limpeza do meio ambiente. E parece que o milionário que domina a tecnologia na saga "Avengers" entranhou-se no próprio ator na vida real. 

Durante a conferência "Amazon Re:MARS 2019", em Las Vegas, entre 4 e 7 de junho, Downey Jr. surpreendeu a plateia ao anunciar o lançamento da "Footprint Coalition", um projeto que usa novas tecnologias em prol do ambiente. O evento era dedicado à aplicação da automação, robótica ou inteligência a várias áreas, incluindo o trabalho e a exploração espacial. 

Robert Downey Jr. foi um dos oradores da conferência sobre novas tecnologias, "Amazon re:MARS 2019", que aconteceu em Las Vegas, nos EUA, entre 4 e 7 de junho.
Robert Downey Jr. foi um dos oradores da conferência sobre novas tecnologias, "Amazon re:MARS 2019", que aconteceu em Las Vegas, nos EUA, entre 4 e 7 de junho.
Foto: AFP

O objetivo do novo projeto do ator é o de utilizar tecnologias avançadas em benefício do planeta. Foi criado um site especial para o efeito, mas ainda pouco se sabe sobre a iniciativa que deverá arrancar em abril de 2020.  


Segundo a revista Variety, Robert está focado em livrar-se do lixo acumulado mundialmente durante os próximos dez anos: "Entre robótica e nanotecnologia, podemos limpar o planeta de forma significativa - ou de forma total - em dez anos", afirmou em declarações à publicação

Perante a plateia surpresa, na conferência em Las Vegas, o ator assumiu que está consciente que ele próprio contribuiu de forma significativa para a crise ambiental que se vive atualmente. "Sou uma pegada de carbono que é um pesadelo colossal", disse. O facto de estar cada vez mais envolvido com o mundo da inteligência artificial deu-lhe, no entanto, alguma esperança, acrescentou.

Em paralelo, Downey Jr. está a produzir uma série documental sobre a inteligência artificial em conjunto com a mulher, a produtora Susan Downey. Com oito episódios de uma hora cada, o documentário tem como objetivo explorar o impacto crescente deste ramo da tecnologia na vida das pessoas. 

Ana Patrícia Cardoso