Reduzir o tempo de trabalho seria justo para as mulheres – CSL
Radio Latina 21.06.2022

Reduzir o tempo de trabalho seria justo para as mulheres – CSL

Reduzir o tempo de trabalho seria justo para as mulheres – CSL

Foto: AFP
Radio Latina 21.06.2022

Reduzir o tempo de trabalho seria justo para as mulheres – CSL

A Câmara dos Assalariados (CSL, na sigla em francês) considera que a eventual redução do tempo de trabalho poderia contribuir para a igualdade entre homens e mulheres.

Em entrevista à Rádio Latina, David Büchel, psicólogo no seio daquela câmara profissional, explicou porquê. 

De forma muito simples, a Câmara dos Assalariados é favorável a uma redução do tempo de trabalho, mas com a manutenção do salário.

Para justificar a sua posição, a CSL faz referência ao inquérito Quality of Work Index, referente a 2021, realizado em colaboração com a Universidade do Luxemburgo. O estudo concluiu, por exemplo, que a redução do tempo de trabalho tem cada vez mais apoiantes. 

A redução do tempo de trabalho tem estado na ordem do dia no Luxemburgo. Apesar de mal recebida pelas organizações patronais, o ministro do Trabalho, Georges Engel, já fez saber que o Governo vai fazer um estudo sobre o assunto.

Também a CSL vai estudar a questão, mas do ponto de vista do bem-estar do trabalhador. Os resultados desse estudo serão divulgados no outono. 

Entretanto, ainda na semana passada, foi lançada uma nova petição pública que defende semanas de trabalho de 35 horas. O documento já recolheu centenas de assinaturas.   

Diana Alves

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas