Quinta-feira de Ascensão. Não há procissão de Wiltz
Radio Latina 9 min. 02.05.2022
Atualidade em síntese 02 MAI 2022

Quinta-feira de Ascensão. Não há procissão de Wiltz

.
Atualidade em síntese 02 MAI 2022

Quinta-feira de Ascensão. Não há procissão de Wiltz

.
Radio Latina 9 min. 02.05.2022
Atualidade em síntese 02 MAI 2022

Quinta-feira de Ascensão. Não há procissão de Wiltz

Segundo os organizadores, seria “irresponsável” organizar um evento que anualmente junta entre 15 a 20.000 pessoas, numa altura em que o vírus da covid-19 continua a circular.

A Quinta-feira de Ascensão, que este ano se assinala a 26 de maio, volta a ficar marcada pelo cancelamento da procissão ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Wiltz. Pelo menos na forma como se conheceu antes da pandemia.

Segundo os organizadores, seria “irresponsável” organizar um evento que anualmente junta entre 15 a 20.000 pessoas, numa altura em que o vírus da covid-19 continua a circular.

Na quarta-feira à noite (25 de maio) está prevista uma oração do terço intercomunitária, que também irá ser transmitida a partir das 20 horas pela Rádio Latina.

Já na quinta-feira, a Igreja de Niederwiltz vai estar aberta para todos aqueles que queiram rezar. Também são permitidas peregrinações isoladas até ao alto de Wiltz, onde se encontra o monumento dedicado à Nossa Senhora de Fátima.

No mesmo dia, mas por volta das 18 horas, o cardeal Jean-Claude Hollerich vai celebrar uma missa na Igreja de Niederwiltz.

Este é o maior evento religioso do país, que junta anualmente à volta de 20.000 fiéis, na sua maioria portugueses, mas também luxemburgueses e cabo-verdianos. Porém este é o terceiro ano consecutivo que a peregrinação não ocorre sob os moldes “tradicionais” devido à pandemia.

Confirmado segundo caso de salmonela no Luxemburgo

Um segundo caso de salmonela - uma das principais infeções transmitidas pelo consumo de alimentos - foi confirmado no Luxemburgo. A informação foi avançada esta segunda-feira pela ministra da Saúde, Paulette Lenert, numa resposta parlamentar à deputada Octavie Modert, do partido CSV.

Um primeiro caso tinha sido confirmado no início de abril, associado aos chocolates Kinder e outros produtos Ferrero que foram retirados em vários países europeus.

No total, foram identificados pelo menos 150 casos de salmonela com origem na fábrica da Ferrero em Arlon, na Bélgica, que foi encerrada.

As infeções ocorreram principalmente em crianças com menos de dez anos e foram relatadas em nove países europeus: França, Alemanha, Bélgica, Espanha, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos e Suécia.

A salmonelose, causada por uma bactéria chamada salmonela, causa sintomas semelhantes aos da gastroenterite, por vezes agudos: diarreia e cólicas abdominais, febre ligeira e até vómitos.

Joelle Welfring oficialmente nova ministra do ambiente

Joelle Welfring tomou esta manhã posse da pasta do Ambiente. O juramento de posse ao Grão-Duque foi feito esta segunda-feira, no Palácio grão-ducal, na presença do primeiro-ministro, Xavier Bettel.

Joëlle Welfring foi nomeada nova ministra do Ambiente do Luxemburgo, em substituição de Carole Dieschbourg.

Welfring foi nomeada diretora da administração ambiental do país no mês passado, tendo trabalhado durante quase oito anos como adjunta do diretor.

Dieschbourg demitiu-se depois de o Ministério Público ter pedido ao Parlamento que levantasse a sua imunidade numa investigação sobre uma licença de construção de 2019 aprovada pelo seu ministério, para o colega de partido e ex-autarca de Differdange, Roberto Traversini.

Eleições municipais. Comissão parlamentar debate a abolição da cláusula de residência de cinco anos

O parlamento luxemburguês vai discutir esta segunda-feira o projeto de lei para resolver a cláusula de residência de cinco anos que, por exemplo, impediu que muitos residentes não pudessem votar nas últimas eleições comunais.

A medida tinha sido anunciada pelo Executivo em setembro do ano passado. O texto, que será discutido em comissão parlamentar, prevê a abolição do requisito de residência de cinco anos, atualmente em vigor, para que um cidadão possa participar numa eleição comunal.

A entrar em vigor, a medida poderá ser aplicada já nas próximas eleições comunais em junho de 2023.

O texto do projeto de lei aponta para que "33% dos cidadãos estrangeiros", o correspondente a 75.226 pessoas, não tenham podido inscrever-se nos cadernos eleitorais, em 2017, "devido à falta de tempo suficientemente longo de residência" no Luxemburgo.

Ao contrário dos outros Estados-membros da UE, o Grão-Ducado é até à data o único país onde esta regra dos cinco anos de residência para poder votar.

Trabalhar menos horas por dia no Luxemburgo? Ministro lança debate

A adoção da semana de quatro dias de trabalho pela Bélgica e a redução do horário semanal de trabalho noutros países ou empresas relançou o debate no Luxemburgo.

Um mês depois da primeira reação, o ministro do Trabalho, Georges Engel, voltou a manifestar a vontade de lançar a discussão no país sobre a redução das 40 horas de trabalho semanais.

O parlamento que deu luz verde na semana passada para a realização de um estudo sobre o tema, que será a base de uma discussão alargada no país.

Ao mesmo tempo, o ministro do Trabalho adiantou numa resposta parlamentar a possibilidade de equilibrar melhor a vida profissional e pessoal, e uma melhor saúde.

NATO. Ministro da Defesa visita Letónia e Lituânia

O ministro da Defesa, François Bausch, efetua uma visita de trabalho à Letónia e à Lituânia, entre esta segunda e quinta-feira.

Na Letónia, será recebido pelo seu homólogo, Artis Pabriks, e vai visitar o Centro de Excelência para Comunicações Estratégicas da NATO, uma base aérea e uma base militar.

Na Lituânia, François Bausch vai visitar os soldados luxemburgueses em missão naquele país, incluídos no batalhão de reconhecimento. Também será recebido pelo seu homólogo, Srvydas Anušauskas.

Ucrânia. Rússia nega fim da guerra a 09 de maio, no Dia da Vitória

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo negou que a Rússia pretenda pôr fim à guerra na Ucrânia a 09 de maio, quando se celebra o Dia da Vitória, apesar de analistas preverem o fim do conflito nessa data.

A Rússia celebra geralmente o Dia da Vitória com grande pompa e circunstância, com um grande desfile militar no centro de Moscovo e um discurso do Presidente, Vladimir Putin, saudando o papel de liderança do país na derrota do fascismo na Europa.

Contudo, as celebrações deste ano têm como cenário de fundo uma campanha militar de Moscovo na Ucrânia, que Putin justificou com a necessidade de "desnazificar" a antiga república soviética.

Retirada de civis de Mariupol continua hoje

A retirada dos residentes de Mariupol e da fábrica Azovstal, onde centenas de civis cercados e encurralados começaram a sair no sábado, vai continuar hoje, disseram as autoridades locais na plataforma Telegram.

De acordo com o município, os civis vão ser retirados por dois locais adicionais: a aldeia de Mangush, na região de Donetsk, e Lunacharsky, perto de Berdiansk, a leste de Mariupol.

A retirada vai ser feita com o apoio das Nações Unidas e da Cruz Vermelha.

No domingo, foram já retirados entre 80 e 100 refugiados civis de Azovstal, em Mariupol, depois de várias operações fracassadas.

No início da semana passada, o secretário-geral da ONU, António Guterres, reuniu-se com o Presidente russo, Vladimir Putin, de quem obteve um “acordo de princípio” para envolver a ONU e a Cruz Vermelha na operação.

Serviços comunais de Differdange com novo horário de atendimento

Os serviços administrativos da autarquia de Differdange têm um novo horário de atendimento ao público a partir desta segunda-feira.

O atendimento será feito entre as 8h e as 11h30 e das 13h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira.

Quanto à abertura do gabinete de atendimento ao cidadão (Biergeramt) aos sábados, permanece aberto das 9h às 11h.

A autarquia justifica o novo horário com os novos hábitos dos cidadãos, "que realizam cada vez mais procedimentos online".

Artista luxemburguês vai pintar mural em Lisboa e portuguesa faz o mesmo em Esch

O artista luxemburguês Alain Welter vai pintar um mural em Lisboa, entre esta segunda-feira e 13 de maio. Em sentido contrário, neste período de tempo, a artista portuguesa Mariana Duarte Santos vai pintar um mural em Esch-Lallange.

A Kulturfabrik explica em comunicado que Alain Welter vai pintar um "fresco na parede de uma casa localizada na esquina da Rua de São Paulo com a Rua da Boavista", no Cais do Sodré.

Esta intervenção artística é uma colaboração entre a Kulturfabrik, a Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa e a Embaixada do Luxemburgo em Portugal.

Também entre hoje e 13 de maio, a artista portuguesa Mariana Duarte Santos vai estar em Esch-sur-Alzette para pintar um mural no bairro de Lallange, na rua Dr. Nicolas Schaeftgen, no âmbito da "Nuit de Culture", assinalada a 13 de maio.

Esta viagem ao Luxemburgo é uma parceria entre a associação Escher Kulturnuecht, a Kulturfabrik e o Centro de História Contemporânea e Digital da Universidade do Luxemburgo.

Futebol. F91 Dudelange vence e atira Hesperange para terceiro lugar

O F91 Dudelange continua líder da Liga BGL de futebol depois de ter recebido e vencido este domingo o Hesperange, que estava a dois pontos de distância.

Com esta vitória, por 1-0, a equipa treinada por Carlos Fangueiro soma 58 pontos, mas tem agora o Fola de Esch como perseguidor, a três pontos. O Fola atualmente é a equipa com mais vitórias seguidas e foi vencer o Hostert por 3-2.

Nos outros jogos da 27ª jornada, o Niederkorn venceu o Hamm Benfica por 5-1, o Mondorf derrotou o Etzella por 2-1, enquanto o Titus Pétange perdeu em casa por 2-1 contra o Differdange.

Por fim, a Jeunesse também perdeu em casa, por 2-1, contra o Strassen, o Wiltz derrotou o Rodange por 2-0 e o Racing venceu o Rosport por 2-1.

Com três jornadas por disputar, o F91 Dudelange é líder com 58 pontos, seguido pelo Fola de Esch, com 55 pontos. O terceiro lugar é agora partilhado pelo Hesperange e Differdange com 53. O Hamm Benfica é último com 4 pontos.

Sporting vence Gil Vicente e volta a adiar título do FC Porto

O Sporting venceu ontem na receção ao Gil Vicente por 4-1 e voltou a adiar o título do FC Porto, agora preso por um único ponto.

Com esta vitória, o Sporting, que confirmou definitivamente o segundo lugar, de acesso direto à Liga dos Campeões, chegou aos 79 pontos, a seis do comandante FC Porto, enquanto o Gil Vicente é quinto, com 48 pontos, mais quatro do que o Vitória de Guimarães, sexto.

Redação Latina | Lusa | Lex Kleren