Quer trabalhar na comuna da Cidade do Luxemburgo?
Radio Latina 10 min. 03.11.2022
Atualidade em síntese 03 NOV 2022

Quer trabalhar na comuna da Cidade do Luxemburgo?

Atualidade em síntese 03 NOV 2022

Quer trabalhar na comuna da Cidade do Luxemburgo?

Radio Latina 10 min. 03.11.2022
Atualidade em síntese 03 NOV 2022

Quer trabalhar na comuna da Cidade do Luxemburgo?

Autarquia está a recrutar

A comuna da Cidade do Luxemburgo está a recrutar.  Há dez serviços que precisam de trabalhadores. A autarquia procura um pouco de tudo, desde educadores para creches e ateliês de tempos livres, enfermeiros e professores de natação a condutores de autocarro, canalizadores e floricultores.

Além dos postos por preencher, a autarquia de Lydie Polfer adianta que são também aceites candidaturas espontâneas. No entanto, estas devem ser apresentadas apenas aos postos não-qualificados ou profissões manuais.

A comuna acrescenta também que, para apoiar a formação e o emprego dos jovens, existe uma série de postos, estágios e vagas para estudantes. As ofertas de emprego podem ser consultados no site oficial da comuna, em vdl.lu.


Apesar de escândalo, Orpea deverá obter licença para lar no Luxemburgo

Apesar do escândalo, o Ministério da Família deverá comunicar, formalmente, esta semana a sua aprovação provisória para o lar de idosos da Orpea em Merl, segundo notícia avançada pela Paperjam.

Nos últimos dias, o grupo Orpea voltou a ser notícia em França ao ser colocado sob proteção judicial para renegociar a sua dívida, depois de uma polémica de vários meses envolvendo atos de negligência e maus-tratos na cadeia de lares, que chegou, mesmo, a ser condenada em junho deste ano.

Esta notícia surge apesar do desacordo de parte da classe política sobre o assunto e do clamor da OGBL na sequência do escândalo causado em França após a morte de uma idosa num dos lares do grupo. A ministra da Família, Corinne Cahen (DP), responsável pelo dossiê, disse à Paperjam que "pediu todas as garantias possíveis e imagináveis" ao grupo francês.


Número de cremações está a aumentar na cidade do Luxemburgo

O número de cremações está a aumentar na Cidade do Luxemburgo, e constitui já cerca de 50% dos rituais funerários, de acordo com o Serviço de Cemitérios da capital citado pela RTL. Segundo a burgomestre da cidade do Luxemburgo, Lydie Polfer, no ano de 2000, 77% das pessoas falecidas foram enterradas num caixão, de forma tradicional. Em 2021, essa taxa caiu para 55%. 

E a taxa de cremações tem subido, com a tendência a ser de “50-50”, de acordo com a líder autárquica. O Serviço Cemitérios realizou 461 enterros e 137 cremações em 2000. Númeroa que, no ano passado, passaram para 316 e 257, respetivamente.

De acordo com a burgomestre, a cidade dispõe de cerca de 40 hectares de cemitérios, para todas as religiões. Cerca de 27 hectares estão divididos pelos 13 cemitérios municipais. Já 12,5 hectares pertencem ao cemitério florestal de Cessange, onde uma das quatro parcelas de 21 árvores já está preenchida. Cada árvore pode acolher um máximo de 10 túmulos.


UEL quer código do trabalho que dê mais flexibilidade a trabalhadores e empresas

É preciso acompanhar a evolução dos tempos. Perante a falta de mão de obra generalizada no país, a União das Empresas Luxemburguesas (UEL) defende alterações ao código do trabalho.

A entidade patronal quer que seja dada mais flexibilidade a trabalhadores e empresas porque é isso que as pessoas querem, como referiu à Rádio Latina Jean-Paul Olinger, diretor da UEL. Oiça aqui as declarações.


Partes de corpo encontradas na fronteira alemã com o Luxemburgo

Foram encontradas partes de um corpo perto da cidade alemã de Temmels, no distrito de Trier-Saarburg, junto à fronteira com o Luxemburgo. A descoberta foi feita na terça-feira, de acordo com as autoridades alemãs, citadas pelo jornal Contacto.

No local, os serviços de emergência descobriram os restos mortais de uma pessoa ainda não identificada num arbusto fora do parque de estacionamento. A polícia criminal de Trier está a investigar o caso.

Na imprensa alemã, a descoberta está a ser associada ao caso da morte de Diana Santos, cujo corpo desmembrado foi encontrado em Mont-Saint-Martin no passado dia 19 de setembro - os membros inferiores tinham sido cortados ao nível dos joelhos, não havia braços, nem cabeça. Até ao momento, estas partes permanecem desaparecidas.Segundo o jornal News Trier, as as forças policiais do Luxemburgo participaram nas buscas realizadas na zona ao longo do dia de ontem.


Paris. Claude Haagen discute segurança alimentar com homólogos europeus

O ministro da Agricultura, Claude Haagen, vai estar em Paris, entre esta quinta e sexta-feira, para participar na reunião do Comité Europeu de Agricultura.

O ministério da tutela refere em comunicado que os ministros europeus vão abordar o risco da crescente insegurança alimentar relacionada com a guerra na Ucrânia.

Os governantes vão ainda discutir novas políticas agrícolas para garantir a segurança alimentar para uma população mundial que continua em crescimento.


Dublin. Franz Fayot participa no Congresso Europeu de Educação Global

O ministro da Cooperação e Ação Humanitária, Franz Fayot, participa, entre esta quinta e sexta-feira, no Congresso Europeu sobre Educação Global, em Dublin, capital da Irlanda.

O congresso será copresidido pela Irlanda e pelo Luxemburgo, com Franz Fayot a abrir e a encerrar o evento, refere uma nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Governantes, especialistas, representantes de organizações e sociedade civil vão estar reunidos para adotar uma nova declaração sobre a educação global para 2050. Este congresso faz parte da Rede Europeia de Educação Global, que tem como objetivos a partilha e promoção de conhecimento.


Siofra o'Leary é a primeira mulher a presidir o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

A juíza irlandesa Siofra o'Leary é, desde 1 de novembro, a nova presidente do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo. Trata-se da primeira mulher a presidir este tribunal, desde sua criação em 1959.

O'Leary substitui no cargo o islandês Robert Spanó e vai ter pela frente um mandato não renovável de nove anos.

A nova presidente tem 54 anos e, ao longo da sua carreira, trabalhou no Luxemburgo entre 1996 e 2015, como chefe de gabinete e chefe de unidade do Tribunal de Justiça da União Europeia, em Kirchberg, na Cidade do Luxemburgo.


Luxemburgo entre os coordenadores do relatório climático europeu 2021

A Organização Meteorológica Mundial publicou a primeira edição do Estado do Clima na Europa, com foco em 2021. O chefe do serviço meteorológico do Ministério da Agricultura do Luxemburgo, Andrew Ferrone, foi um dos três coordenadores do estudo.

O relatório conclui que as temperaturas na Europa aumentaram cerca de duas vezes mais rápido do que a média global nos últimos 30 anos, que representa a taxa mais alta de todos os continentes. Uma conclusão corroborada por outros estudos.

Se a tendência de aquecimento continuar, o calor extremo, os incêndios florestais, as inundações e outros efeitos das mudanças climáticas poderão causar cada vez mais estragos na sociedade, nas economias e nos ecossistemas.


Outubro foi o mais quente de sempre no Luxemburgo

O mês de outubro de 2022 foi o outubro mais quente de sempre no Luxemburgo. Com uma média mensal de 12,8°C, o outubro deste ano bateu o recorde de 2006 - quando foi registada a mesma temperatura média mensal de 12,8ºC - e é considerado pelos meteorologistas do Grão-Ducado o mais quente registado na história da estação meteorológica do Findel desde 1947, refere o Meteolux.

Os valores médios mensais, registados no mês que passou, foram superiores em 2,9°C aos da temperatura normal registada nos meses de outubro de 1991 a 2020, que se fixou nos 9,9°C.

Ainda assim, e apesar do outubro com a temperatura média mensal mais alta de que há registos ter sido o de 2022, o recorde de temperatura máxima atingida num mês de outubro, no Grão-Ducado, continua a pertencer ao ano de 2011. No dia 2 de outubro desse ano a temperatura máxima foi de 26ºC. Já o valor diário mais alto registado em outubro de 2022 foram os 21,8°C atingidos no dia 28.


Ciclovia entre Esch e Belval vai custar mais do que o previsto

A pista ciclável (PC) 8, um novo percurso de 1,9 quilómetros que vai ligar o centro de Esch e Belval, vai custar 47,5 milhões de euros.

O custo do chamado 'caminho do estudante' é, portanto, cerca de um terço mais elevado do que o inicialmente anunciado, aquando do início das obras, em junho de 2021. Interpelado pelo Luxemburger Wort, o Ministério da Mobilidade confirmou o aumento dos custos da empreitada.

Segundo o Governo, o aumento do orçamento deveu-se à necessidade de efetuar trabalhos adicionais durante o desenvolvimento do projeto. Por exemplo, o número de fundações que sustentam a estrada teve de ser aumentado por causa das condições geológicas e geotécnicas do terreno em que a PC 8 está construída.


Filme luxemburguês. "Icarus" entre os 10 selecionados ao prémio Goya de Melhor Filme Europeu

A longa-metragem de animação "Icarus", do realizador luxemburguês Carlo Vogele, é um dos 10 selecionados ao prémio Goya de Melhor Filme Europeu.

O filme foi o escolhido para representar o Luxemburgo na 37ª edição do prémio mais importante do cinema espanhol, atribuído anualmente pela Academia das Artes  e Ciências Cinematográficas da Espanha.

De Portugal, vai concorrer "Restos do vento", de Tiago Guedes, havendo ainda mais oito países representados na mostra de cinema

Ainda sobre o filme "Icarus", vai representar o Grão-Ducado na 95ª edição dos Óscares, em 2023, na categoria de melhor filme estrangeiro.


Capital. Cursos de bicicleta para crianças e adultos nos dias 12 e 13 de novembro

A comuna da Cidade do Luxemburgo volta a organizar mais uma sessão de cursos de bicicleta, desta vez para pequenos e graúdos, no fim de semana 12 e 13 de novembro.

As aulas vão decorrer no espaço do antigo matadouro, em Hollerich (5, rue de l'Abattoir), das 14h e às 16h para crianças e das 15h às 17h para adolescentes.

Para os adultos, as aulas são de bicicleta elétrica, entre as 17h e as 19h, sendo que estes devem levar as suas bicicletas elétricas. Os cursos são gratuitos e contam com a parceria de várias associações.


Benfica goleia Maccabi Haiifa e conquista Grupo H

O Benfica goleou ontem o Maccabi Haifa por 6-1, em Israel, e conquistou o Grupo H da Liga dos Campeões em futebol, superando o Paris Saint-Germain, em encontro da sexta e última jornada.

Na classificação, às águias somaram os mesmos 14 pontos do Paris Saint-Germain, e também os mesmos golos marcados (16) e sofridos (sete), mas venceu pelo número de tentos apontados fora (nove contra seis).

Ainda sobre as competições europeias, o Sporting de Braga recebe hoje os suecos do Malmö na Liga Europa. A bola começa a rolar quando,no Luxemburgo forem nove da noite.


LE: Sporting de Braga precisa de vencer Malmö e esperar por 'ajuda' alheia

O Sporting de Braga precisa de vencer hoje na receção aos suecos do Malmö para se manter na Liga Europa de futebol, em jogo da sexta jornada da fase de grupos, necessitando de uma 'ajuda' do Union Saint-Gilloise.

A equipa minhota é atual terceira classificada do grupo D, a dois pontos do segundo, os alemães do Union Berlim, e, além de ter de vencer o seu compromisso de hoje, precisa que os germânicos não vençam na casa dos belgas do Union Saint-Gilloise, já apurados para os 'oitavos' da Liga Europa e vencedores do grupo.

O jogo entre o Sporting de Braga e o Malmö tem início marcado para as 21:00, à mesma hora em que começarão a defrontar-se Saint-Gilloise e Union Berlim, em Heverlee, na Bélgica.


Gasolina 95 sobe e gasóleo desce mais de 15 cêntimos

O preço da gasolina de 95 octanas vai subir a partir da meia noite e o do gasóleo vai baixar substancialmente.

A gasolina sem chumbo 95 vai passar a custar 1,722 euros por litro, mais 3,2 cêntimos.

Pelo contrário, o preço do gasóleo desce 15,2 cêntimos e custará 1,83 euros por litro. 

Redação LatinaLUSA |Foto: Shutterstock


Notícias relacionadas

Les prix des logements connaissent une hausse croissante depuis 2015 en Europe.
In seiner Erklärung zur Lage des Landes betont Premier Xavier Bettel (DP) immerzu, dass seine Regierung Verantwortung übernommen hat - und weiter übernimmt, um den Krisen zu trotzen.