Polémica: Rei da Suécia retira título de Alteza Real a alguns netos
Radio Latina 3 min. 07.10.2019

Polémica: Rei da Suécia retira título de Alteza Real a alguns netos

Polémica: Rei da Suécia retira título de Alteza Real a alguns netos

Radio Latina 3 min. 07.10.2019

Polémica: Rei da Suécia retira título de Alteza Real a alguns netos

Apenas os dois filhos da princesa herdeira Vitoria continuam a pertencer à Casa Real. Os filhos dos seus irmãos, Carl Philip e Madalena já não.

O Rei Carlos Gustavo da Suécia anunciou hoje uma estranha decisão: cinco dos seus sete netos “deixam de usar o título de Alteza Real” e de “pertencer à Casa Real da Suécia”.

Esses cinco netos são os três filhos da princesa Madalena da Suécia com Chris O'Neill, os príncipes Leonore, de cinco anos, Nicolás, de quatro e Adrienne, um ano e os dois filhos do príncipe Carl Philip e de Sofia Hellqvist, os príncipes Alexander, de três anos e Gabriel, de dois anos.

O Rei Gustavo com as suas herdeiras, a filha Vitoria e a neta Estelle.
O Rei Gustavo com as suas herdeiras, a filha Vitoria e a neta Estelle.

Apenas os dois filhos da herdeira ao trono, a princesa Vitória e do príncipe Daniel, a princesa Estelle, de sete anos e Oscar, de três anos, continuam a ser altezas reais e a pertencer à Casa Real.

Coroa gastava demasiado dinheiro

O propósito desta mudança, é de acordo com o rei “deixar claro quem são as pessoas que estão dentro da Casa Real e que realizam tarefas oficiais, representando o chefe de Estado”.

De acordo com alguns especialistas suecos, Carlos Gustavo da Suécia estava a ser “pressionado” politicamente pois a família real estava a crescer muito, ao todo já são sete netos, e a custar demasiado dinheiro ao estado e aos contribuintes.

Princesa Madalena o marido e os filhos.
Princesa Madalena o marido e os filhos.

Meninos sem dote real

"Temos uma grande família real. E se se incluir a nova geração, há atualmente dez pessoas na linha de sucessão", contabilizou Fredrik Wersäll, o marechal do reino da Suécia.

A maior desvantagem é que ao deixarem de fazer parte da Casa Real, os netos do Rei deixam de ter direito a dote real anual.

Os filhos da princesa herdeira, Estelle e Oscar os únicos que mantém o título de Alteza Real.
Os filhos da princesa herdeira, Estelle e Oscar os únicos que mantém o título de Alteza Real.

Madalena contente com mudança

A princesa Madalena já revelou estar contente com esta mudança.

É que ela, o marido e os filhos vivem nos EUA e a lei real sueca obriga os membros da casa real a estudarem no reino.

"Essa mudança foi planeada há muito tempo. Chris e eu acreditamos que é bom para os nossos filhos que a partir de agora têm uma oportunidade maior para planear as suas próprias vidas livremente no futuro”, escreveu hoje a princesa Madalena na sua conta de instagram. 

Como deixam de fazer parte da casa real, deixam de estar obrigados a seguir as obrigações e os deveres dos seus membros que os impede de terem o futuro que desejam.

Netos continuam a ser príncipes

Apesar de já não poderem receber o tratamento de ‘Alteza Real’ os seus cinco netos vão continuar a ser membros da família real, e a ser príncipes pois são netos diretos do rei. Além de que continuam a ter os ducados e os respetivos títulos nobiliárquicos que lhes foram concedidos à nascença pelo Rei Carlos Gustavo, seu avô.

O príncipe Carl Philipe a princesa Sofia e os filhos.
O príncipe Carl Philipe a princesa Sofia e os filhos.

O príncipe Alexandre, continua como duque de Södermanland; o príncipe Gabriel, Duque de Dalarna; a princesa Leonore é duquesa de Gotland; o príncipe Nicolau o Duque de Ångermanland, e a princesa Adrienne recebeu o título de duquesa de Blekinge, indica o comunicado do rei divulgado esta manhã.

O rei é que decide

O comunicado deixa bem claro que a partir de agora, os principais representantes da Suécia no país e no estrangeiro são os reis Carlos Gustavo e Sílvia, além da princesa herdeira Victoria e do seu marido, príncipe Daniel. 

"O Príncipe Carl Philip e a Princesa Sophie e a Princesa Madeleine continuam a trabalhar nas suas fundações e a desenvolver as suas atividades sem fins lucrativos (…). Além disso, realizam ainda missões oficiais que são decididas por Sua Majestade, o Rei", conclui o comunicado.