Pensa que o café Starbucks é caro no Luxemburgo? Veja se tem razão.
Radio Latina 02.10.2019 Do nosso arquivo online

Pensa que o café Starbucks é caro no Luxemburgo? Veja se tem razão.

Pensa que o café Starbucks é caro no Luxemburgo? Veja se tem razão.

Radio Latina 02.10.2019 Do nosso arquivo online

Pensa que o café Starbucks é caro no Luxemburgo? Veja se tem razão.

O preço do café com leite desta famosa marca foi comparado entre 76 países do mundo. E o do Grão-Ducado deu nas vistas.

Se quiser beber o ‘tall latte’ mais barato da Starbucks tem de ir até à Turquia. Lá um café com leite pequeno custa 1,63 euros. 

A comparação dos preços atuais, desta bebida entre 76 países do mundo, foi feita pela empresa de análise económica Finder para celebrar o Dia Internacional do Café, a 1 de outubro. 

Agora, quando for à Dinamarca e fizer o mesmo pedido na loja desta empresa americana, fique a saber que terá de pagar 5,54 euros. Este é o preço mais caro do café Starbucks no mundo. Veja no mapa, o preço praticado em cada país.

O 'tall latte' do Luxemburgo

Então e o Luxemburgo? Se é dos leitores que pensa que esta bebida tem um custo elevado no Grão-Ducado, em relação aos outros países, está certo.

O Luxemburgo é o quinto país com o preço mais alto do ‘tall latte’ entre os 76 países. Aqui custa 4,70 euros.

Mas basta deslocar-se aos países vizinhos para saborear uma destas bebidas mais em conta: França (3,99 euros), Bélgica (3,95 euros) e Alemanha (3,99 euros).

Os países mais caros

A Suíça é o segundo país onde o Starbucks é mais caro, a seguir à Dinamarca. No país helvético um ‘tall latte’ custa a módica quantia de 5,44 euros. Em terceiro lugar surge a Filândia (4,95), seguida de Macau (4,77 euros).

O preço em Portugal

Os portugueses no Luxemburgo sempre podem aproveitar as vindas a Portugal para beberem o seu ‘tall latte’ ‘sem culpas’, já que é dos países mais baratos da Europa, custando 2,52 euros. Em Itália, o preço é igual e mais barato só na Hungria (2,40 euros) e na Bulgária (2,02 euros).

A nível mundial os mais baratos são a Turquia, seguida do Egito (1,79 euros), Colômbia (1,87), Argentina (1,96) e México (1,97).


Notícias relacionadas

immo location
shutterstock